Assim como revelado a
Marshall Vian Summers
em 21 de março de 2000
em Boulder, Colorado, EUA.

Muitas pessoas hoje são muito ambiciosas sobre espiritualidade e direção espiritual. Elas acham que são mensageiras para Deus e que as suas crenças, associações e ideais são realmente algo maior do que elas são. E elas insistem sobre esta posição, não entendendo que as Mensagens de Deus são dadas raramente. Elas designaram a si mesmas como representantes de Deus, mas elas não são, não realmente, não desta maneira. É a ambição delas e a ideologia delas que as move adiante, que as leva a fazerem estas suposições e que as faz pensar e acreditar, até mesmo ardentemente, que elas são tão dotadas com o Divino. Elas alegam que as suas mensagens são profundas e que vêm de uma fonte maior. Mas isto não é verdade porque as Mensagens de Deus são raras, como temos dito. Elas não são dadas frequentemente. Elas nunca são dadas aos ambiciosos, e elas nunca são dadas àqueles que atribuiriam a si mesmos funções esplêndidas.

De fato, aqueles escolhidos para serem os verdadeiros Mensageiros são relutantes, até mesmo ao ponto da auto-negação. Na verdade eles não querem a tarefa. Mas eles a aceitam devido a quem o pede a eles. Na verdade eles não querem brilhar no mundo como um Emissário ou um Mensageiro. Isto é quase doloroso para eles. Eles são mais reservados, mais privados, mais discretos, e contudo estes são os que são escolhidos para serem os reais Mensageiros, e não existem muitos deles. Todos os outros são escolhidos ou nomeados para apoiarem a Mensagem.

Não é necessário que Deus comunique Mensagens profundas para a humanidade muito frequentemente. Esta é uma coisa muito séria. Não acontece assim tão frequentemente. E contudo os ambiciosos vão atribuir a si mesmos a função e o privilégio de entregar mensagens de uma fonte mais alta. Infelizmente, estas pessoas frequentemente se tornam representantes da Intervenção e proponentes de todo o Programa de Pacificação. Elas têm opiniões muito fortes sobre o que é espiritual, e então elas recorrem a poderes mais altos para fundamentar o que elas acreditam e para ungí-las como os representantes de uma verdade maior. Quão perfeito isto é para a Intervenção.

As pessoas que atribuem a si mesmas estas funções e responsabilidades não são as Emissárias do Criador. Na melhor das hipóteses, elas são as emissárias de sua própria ambição e de suas próprias ideologias fracassadas. Na pior das hipóteses, elas caem em serviço a poderes que elas nem podem reconhecer, e começam a endossar, a representar e a propor coisas, a fonte dos quais é desconhecida para elas. Elas têm afirmado que elas não são as autoras de sua própria demonstração, e porque elas não querem sequer pensar que elas são as autoras de sua própria demonstração, elas vão naturalmente recorrer para qualquer outra fonte que para elas representa um tipo de poder espiritual.

É este tipo de auto-engano, é este tipo de auto-glorificação que faria de alguém extremamente vulnerável a manipulação de fora.

Esses são aqueles que irão renunciar aos verdadeiros Mensageiros quando eles chegam. Eles são afrontados pelos verdadeiros Mensageiros. Eles não ficam impressionados pelos verdadeiros Mensageiros porque eles pensam que os Mensageiros verdadeiros têm que ser dinâmicos, magníficos e muito intimativos, como eles próprios o são, ou como eles acham que deveriam ser. Contudo os Mensageiros raramente são assim.

E então, estas pessoas que são auto-nomeadas, muitas vezes se tornam os críticos mais severos dos verdadeiros Mensageiros quando eles chegam, porque a própria posição delas está ameaçada. A ideologia delas está em perigo. A designação delas por um poder divino é colocada em questão. Elas vão dizer “Bem, todos nós somos mensageiros para o divino”. E elas vão tentar espalhar toda a idéia de autonomeação para tantas pessoas, algumas das quais vão responder avidamente, vendo isto como um meio para compensar a sua baixa auto-estima e para lhes dar um senso de identidade e direção dos quais eles estão em falta.

Nada disto, naturalmente, vem do Conhecimento. É tudo uma criação da mente pessoal para auto-glorificação e para auto-reconhecimento. Elas olham para poderes espirituais maiores como um selo de aprovação, e elas vão conceder esta aprovação a si mesmas. As vozes que elas escutam, que elas selecionam e que elas até mesmo querem, serão somente aquelas vozes que justificam as suas visões, as suas crenças e as suas idéias sobre si mesmas.

Existem muitas destas pessoas agora mesmo, em todas as tradições de fé. Toda tradição de fé possui pessoas como estas, que acreditam que elas são as mensageiras, que elas possuem uma verdade maior para apresentar e para demonstrar. Elas são as que podem se tornar zelosas e destrutivas, que tomam o assunto em suas próprias mãos, e que decidem, acreditando que elas são guiadas divinamente, é claro, que elas podem determinar o que é justo e injusto, o que é espiritualmente correto e espiritualmente incorreto.

Todos os estudantes do Conhecimento têm que estar cientes desses indivíduos. Todos os estudantes do Conhecimento precisam perguntar a si mesmos, “Estou tentando realizar a mim mesmo aqui?”. Se você vir para servir, então você tem que ter grande humildade. Se você vir para ser um estudante real, então você tem que seguir um caminho maior e não inventar a jornada para si mesmo. Se você sinceramente busca a verdade do Conhecimento e a realidade do Conhecimento em sua vida, então você tem que vir com humildade, sem suposições sobre si mesmo. E você não deve basear a sua abordagem sobre uma ideologia que possa de fato não estar baseada em nada sobre o Conhecimento.

Humildade, paciência, perseverança, honestidade, discrição, discernimento – todas são qualidades essenciais para realização verdadeira. E contudo você não vê estas qualidades demonstradas por muitas pessoas, especialmente por muitas pessoas que alegam ser autoridades espirituais. Pessoas que alegam ser psíquicos, clarividentes, alegam ter poderes únicos e especiais – estas pessoas são especialmente vulneráveis a manipulação de fora. E porque elas se dão uma posição tão alta na hierarquia espiritual, e porque elas se consideram ser tão únicas dentre os seres humanos, e porque elas buscam reconhecimento e aprovação para as suas idéias, estas pessoas serão candidatas muito, muito boas para manipulação e podem muito bem acatar a Intervenção, em todas as suas manifestações. Dispostas agora a servir a um poder maior e acreditando que elas são dotadas para tal, elas atribuem a si mesmas a função de emissárias.

Tenha muito cuidado com estas pessoas. Fique em silêncio perto delas. Mas veja claramente. Os verdadeiros Mensageiros nunca são inflexíveis sobre si mesmos. Eles nunca reivindicam dons e poderes especiais para si mesmos. Mesmo a própria designação deles, se eles tiverem que falar sobre ela, eles o farão bem relutantemente. Eles não são dinâmicos e fortes. Eles não projetam a personalidade deles desta maneira. Eles não são indiscretos. Eles não são ruidosos e não são impertinentes.

Existem tantas pessoas que alegam ser emissárias espirituais, de forma que quando o real aparece, ele passa despercebido porque ele é silencioso, porque não é ruidoso nem impertinente e indiscreto. Ele pode não ganhar muita atenção, porque toda a atenção está sendo apanhada por aqueles que batem seu próprio tambor e que se proclamam orgulhosamente, com grande convicção.

E quem pode dizer quem é o real Emissário? E como você pode dizer? Nós já começamos a responder a esta pergunta. Você pode dizer devido ao conteúdo de sua mensagem. Você pode dizer devido à humildade de sua abordagem. E você pode dizer se esta é uma falsa humildade ou se ela é realmente genuína. Porque assim como temos dito, aqueles que são selecionados são bem relutantes. Na verdade eles não querem se proclamar. E se eles o fizerem, é porque lhes foi pedido a fazer, não porque eles querem isto por si mesmos.

Este aqui é um assunto muito sério. Todos os verdadeiros Emissários trazem algo único e notável ao mundo. Eles não simplesmente reapresentam as idéias populares. Eles não afirmam seus próprios poderes espirituais ou intuitivos. Eles não invocam a sua singularidade. Olhe para o conteúdo da mensagem deles. Trata-se sobre eles e suas habilidades, ou trata-se sobre algo realmente maior do que eles? A mensagem deles enfatiza a singularidade deles, ou ela fala sobre coisas maiores? A mensagem deles é realmente nova e revolucionária, ou ela é simplesmente uma reafirmação daquilo que tantos outros já alegaram? Novamente vamos dizer, aqueles que proclamam a si mesmos não são os Emissários verdadeiros porque eles não são escolhidos, e eles não são escolhidos devido a estas tendências que estamos descrevendo.

Então você procura aquilo que é verdadeiro e aquilo que é único. Se eles são Mensageiros reais, eles estão apresentando algo realmente novo. Pergunte a si mesmo, “Estes emissários estão apresentando algo realmente novo, ou eles só estão apresentando a si mesmos e usando o que parece popular, ou convencional, ou até mesmo radical no momento, contudo bem documentado anteriormente? Existe substância e mérito real na apresentação deles?” Algumas pessoas dizem, “Bem, existe ensinamento em todos os níveis. Todo ensinamento espiritual é válido.” Mas isto na verdade é só uma desculpa, só uma desculpa.

Existem muito poucos verdadeiros emissários. Existem muitas pessoas que são chamadas para servir e muitas pessoas que podem servir de alguma maneira real. E existem muitas pessoas que servem de alguma maneira real. Mas para ser um emissário, para ser um representante, para ser um mensageiro, bem, isto é realmente algo diferente. Isto é reservado para muito poucas pessoas.

Uma das razões pelas quais essa função não é escolhida por aqueles que são selecionados é porque a função em si é bastante difícil. É-lhe pedido que expresse algo novo e desafiador. É-lhe pedido que vá além de toda a sua idéia de você mesmo, para tomar uma posição na vida, para apresentar algo que até você mesmo mal pode entender. Você se põe numa posição de levar condenação e zombaria, de se pôr no meio de uma grande luta pela consciência da humanidade. Você perde os seus amigos, a sua família, a sua posição na vida, e você embarca em uma nova jornada, o resultado da qual é incerto e desconhecido.

Estas são as tribulações da pessoa que serve de uma maneira genuína. Estas são as tribulações da pessoa que é o real emissário. Isso é algo que as pessoas realmente iam querer para si mesmas? Este é o alvo dos ambiciosos, dos egoístas e dos interesseiros – percorrer esta difícil jornada, carregar um fardo tão grande com tão pouco reconhecimento e apoio aparentes?

É por isto que aqueles que são ambiciosos nunca são escolhidos. Eles nunca são escolhidos devido às suas tendências, mas eles também nunca são escolhidos porque eles não iriam ceder a esta responsabilidade maior. Eles procuram reconhecimento e auto-glorificação, mas isto não é o que a função de um real Mensageiro e Emissário provê.

Considere a história de Jesus. Sim, ele ganhou grande atenção, mas quem eram seus verdadeiros aliados? Quem permaneceu fiel a ele ao longo de sua carreira? Quem se pôs em risco para ser seu representante e sua testemunha? Os ambiciosos? Os interesseiros? Aqueles que estavam imersos em seu orgulho espiritual, que reivindicaram poderes e dons únicos e especiais para si mesmos? Não, eles não se encontravam em parte alguma. Mas eles surgiram depois da morte de Jesus para alegar que eram seus representantes.

Em todas as tradições de fé, isto ocorre e está ocorrendo. É uma tendência realmente triste, mas ela é inerente na condição da humanidade hoje. Algumas pessoas nunca vão esperar para ser escolhidas, então elas escolhem a si mesmas porque elas precisam de algo no qual acreditar, ao qual se entregar. Elas precisam de um senso de identidade, propósito e significado. E embora elas não sejam realmente escolhidas pelo Divino, elas escolhem a si mesmas em nome do Divino e alegam ser os representantes e emissários do Divino. Mas a sua mensagem não tem nenhuma substância e nenhuma originalidade. A ênfase é sobre si mesmas ao invés de ser sobre o ensinamento. Sempre que o professor se torna mais importante que o ensinamento, ou quando o professor é o ensinamento em si, atenção. Tenha cuidado.

Quando estes emissários falecem, o que sobra? Qual é o seu legado? Agora que eles não estão mais lá para proclamar a si mesmos, existe algo deixado para trás de real substância e valor? Ou eles eram somente um outdoor para si mesmos e seus poderes e habilidades professos?

Para o estudante do Conhecimento, o verdadeiro discernimento tem que prevalecer aqui. Nós temos escolhido o Emissário para este Ensinamento. Não existem outros que podem reivindicar a função como o Mensageiro para o Caminho da Comunidade Maior. Mesmo depois de Marshall deixar este mundo, não haverá um emissário. Só haverá aqueles que foram designados para continuar o que ele começou. E eles serão escolhidos não devido à sua agressividade, ou charme ou ambições. Os que serão escolhidos serão simples, humildes e modestíssimos. Porque estes serão confiáveis e não corromperão a Mensagem para seu próprio proveito.

Todo estudante do Conhecimento tem que reconhecer a falsidade daqueles que se proclamam em nome do Criador ou em nome dos agentes espirituais. Use o discernimento. Use os critérios que nós demos. Preste atenção especial àqueles que alegam que tudo que eles querem é se tornar servos de Deus. Porque antes que você perceba, se já não aconteceu, eles são servos e eles estão entregando mensagens. E eles acham que são realmente elevados, e avançados e muito dotados. Olhe para essas pessoas e olhe para a sua comunicação. O Conhecimento só vai responder ao Conhecimento. Então se o Conhecimento em você não está respondendo, é melhor você continuar em frente.

Já tem havido aqueles que se proclamaram ao Marshall como seus parceiros na Revelação, dizendo que eles têm parte da Mensagem e que ele tem outra parte. E ele teve que negá-los. Porque todos eles estavam equivocados.

Você ouvirá estes indivíduos, e eles surgirão em seu meio, até proclamando que eles são emissários para O Caminho da Comunidade Maior, dizendo que uma pessoa não é o bastante, que precisa haver muitos mensageiros. Mas nós deixamos muito claro que não é assim que a Revelação é trazida ao mundo. Não é assim que iniciação verdadeira acontece.

Algumas pessoas vão dizer, “Bem, tudo isto se trata do Marshall. Ele está alegando que ele é o único e está negando todos os outros que alegam que possuem dons espirituais também.” Mas isto não é verdade. Marshall tem sido escolhido. Ele não escolheu a si mesmo. Ele somente negou aqueles que alegaram compartilhar desta autoridade com ele, porque ele foi obrigado a fazer isso. Sabemos que todo mundo quer ser especial, e que algumas pessoas querem ser especiais espiritualmente ao ponto até mesmo de acreditar que são especiais espiritualmente e que a sua “excepcionalidade” tem sido confirmada e ungida por poderes espirituais maiores. E elas olharão para o Marshall e vão dizer, “Sim, sim, ele é um de nós, um de muitos, muitos emissários.” E eles podem até dizer àqueles que os seguem, “Ah sim, você pode ser um emissário também. Apenas abra-se e entregue-se.”

Isto não se trata do Marshall. Embora ele tenha recebido uma tarefa especial e uma que é única nisto, não se trata dele. Porque quando o Marshall falecer, o que ele deixar será grande, e profundo e duradouro. Este é um verdadeiro sinal de que ele é um Emissário real e um verdadeiro Mensageiro, porque a Mensagem não é sobre ele e é maior do que ele é. Ele pode ser a maior autoridade no mundo a respeito da Mensagem; ele pode ser o professor da Mensagem, mas a Mensagem é maior. Não se trata dele. Marshall tem poderes especiais, mas ele não vai proclamá-los. Ninguém jamais saberá quem e o que ele é, exceto aqueles que são muito próximos a ele e aquelas poucas e raras pessoas que podem reconhecer isto através dos Escritos Sagrados.

Tenha cuidado então com qualquer pessoa alegando que ela também é emissária do Caminho da Comunidade Maior. Porque ela enganou a si mesma, e em alguns casos ela pode ter sido enganada por aqueles que a lideram.

Só é preciso uma pessoa para entregar uma Nova Mensagem de Deus, e esta pessoa vai carregar um grande fardo, e encarar sérias dificuldades na vida e irá fazer muitos sacrifícios. Ela não será ambiciosa. Ela não proclamará a si mesma. Aqueles que são escolhidos nunca possuem estas características.

É preciso uma pessoa para trazer a Mensagem. É preciso muitas para se implementar a Mensagem, para fundamentar a Mensagem e para demonstrar a Mensagem. Isto é para todos os outros. Em muitos sentidos eles têm uma tarefa mais fácil, uma tarefa mais feliz, embora esta tarefa tenha seus grandes desafios também.

Precisa-se usar de grande discernimento e discrição ao encontrar seu verdadeiro caminho na vida, porque existem muitas opções apresentadas. Existem muitas seduções. Alguns auto-nomeados professores espirituais alegam que podem fazer de você um professor espiritual. Eles podem fazer de qualquer pessoa um professor espiritual, como se eles tivessem o poder de designar e ungir um emissário para Deus. Eles vão dizer, “Sim, você também tem uma mensagem de Deus; todo mundo tem uma mensagem de Deus. Venha ao meu seminário e vou lhe mostrar como.” Eles acham que podem dar esta direção e dotar os seus seguidores destes dons especiais. Eles vão dizer, “Sim, todo mundo tem um dom único de Deus.” O que é verdade realmente; todo mundo tem. Mas não é de ser um emissário.

Então tenha muito cuidado. O verdadeiro professor e o verdadeiro estudante frequentemente podem passar despercebidos porque existe tanto ruído sendo feito por aqueles que estão proclamando somente a si mesmos. E devido à natureza da Intervenção e do Programa de Pacificação, você precisa tomar cuidado especial a respeito destes assuntos. Porque os proponentes da Intervenção serão, mais do que provavelmente, aqueles que são interesseiros e que buscam comprovação para si mesmos.

Todos eles tornam o caminho mais difícil para o verdadeiro Emissário porque agora existe desapontamento e desconfiança. As pessoas reconhecem falsidade em muitos professores e daí elas desconfiam de todos os professores, e então quando o verdadeiro Emissário vem, bem, ele vai suportar a maior parte do peso disto. Ele vai ser posto em dúvida, vai ser difamado e culpado pelos fracassos de tantos outros que não puderam fundamentar a si mesmos.

É necessário que nós demos esta perspectiva porque as pessoas não entendem a natureza da nomeação espiritual. Elas não entendem que você é escolhido e que você não pode escolher a si mesmo. Elas não entendem quem é escolhido e porque eles são escolhidos, e o que realmente significa e o que realmente é exigido ao ser um Emissário.

Existem muitas coisas que podem ser ensinadas em muitos níveis, e você pode ensinar coisas, desde que você não designe a si mesmo poderes ou dons especiais. Não chame a si mesmo de um emissário ou de um mensageiro de Deus. Porque sempre que você pensar que você é um emissário ou um mensageiro, você pode ter certeza de que você está nomeando a si mesmo e de que não foi designado.

O Criador é extremamente cuidadoso sobre quem é selecionado. E aqueles selecionados serão muito relutantes em fazer uma proclamação sobre quem e o que eles realmente são. Eles passarão despercebidos em meio a todo o ruído, a todas as loucas afirmações que as pessoas fazem sobre si mesmas e seus ensinamentos e suas mensagens. E o real estudante terá que ser muito, muito paciente em encontrar o real professor, porque os reais professores são raros.