Assim como revelado ao
Mensageiro de Deus Marshall Vian Summers
em 26 de janeiro de 2008
em Estes Park, Colorado, EUA.

É importante para a compreensão da natureza da Nova Revelação, que ela foi dada a alguém que foi enviado ao mundo com o propósito de recebê-la. Ele é um homem. Ele não é perfeito. Ele não é magnífico de acordo com as expectativas das pessoas, mas ele é aquele destinado a receber a Nova Mensagem, e a sua vida tem sido orquestrada para tornar isto possível. Ele tem sido guiado a se preparar para isto por um tempo muito longo, sem realmente saber para o que era isso. E ele teve que provar a si mesmo, sem perceber que ele estava provando a si mesmo para algo muito significativo. Ele teve que passar por testes sem saber a natureza destes testes nem o significado do sucesso ou falha.

Nascido em uma família convencional, instruído em universidade, ele exibiu poucos sinais da grandeza de sua vida futura. No entanto, a coibição que ele sentia de se comprometer com qualquer tipo de carreira especializada, a coibição que ele tinha de exercer a respeito de seus relacionamentos com outros e seu compromisso com coisas no mundo, estava com ele desde o começo. A sua jornada é inexplicável a qualquer um vivendo no mundo, porque viver no mundo é somente uma experiência parcial de sua realidade completa. Não importa o quão minuciosa seja a sua explicação ou a sua teoria, por definição ela é incompleta.

Marshall recebeu certas tarefas para cultivar a escuta interior, o discernimento de outros, uma compreensão da natureza humana, os relacionamentos humanos e uma experiência direta do mundo natural. Ele foi permitido a cometer erros e experimentar como um homem jovem. Ele foi capaz de experimentar a condição da humanidade e a provar os prazeres e tristezas de uma vida mais afluente. Os seus relacionamentos ajudaram-no a aprender como estar com as outras pessoas efetivamente, a se associar com outras pessoas, a viver com outras pessoas; mas ele estava sendo guardado de se tornar uma pessoa totalmente mundana – uma pessoa cujo foco e ênfase total estivesse em realizações dentro do mundo. Para isto, ele experimentou coibição – a ele foram oferecidas oportunidades que ele teve que declinar, a ele foi dado encorajamento que ele não pôde aceitar, experimentou induzimentos aos quais teve que negar.

Ele cometeu erros, ah sim, mas nenhum que custaria a ele a sua preparação para a sua vida futura. As suas imperfeições são reconhecidas. Ele as reconhece. O seu papel não requer que ele atenda às expectativas de outros que pensam que se houvesse uma Nova Mensagem de Deus, ela seria entregue por algum tipo de super pessoa, um super homem ou uma super mulher – alguém que é sem falha, alguém que é magnífico e que pode realizar milagres. Estes tipos de expectativas são inerentes à percepção humana, porque as pessoas não compreendem a natureza, propósito e plano de Deus. Até mesmo as próprias escrituras não podem revelar isto completamente.

Quando era um jovem homem Marshall teve que viajar, vivendo sem definição no contexto de sociedade. Ele teve que manter um foco em desenvolver certos tipos de qualidades – a qualidade da observação, a qualidade da avaliação e compaixão por outros, até mesmo em respeito à situações graves. Mas ao mesmo tempo, ele foi mantido fora de guerra e conflito. Ele foi mantido fora de casamento e paternidade. Ele foi mantido fora de uma carreira, os seus alvos sempre sendo moderados pela presença do Conhecimento, a Inteligência mais profunda dentro dele. Paciência, perseverança, auto-confiança, humildade, compaixão, amigável mas reservado – estas são as qualidades que ele teve que cultivar muito antes de ele ter qualquer senso de seu maior propósito e chamado no mundo.

É verdade que a Mensagem deve ser dada à uma pessoa para manter a sua pureza, e esta pessoa deve ser a pessoa certa, a escolhida. Esta pessoa deve ter assistência e companhia. Para isto, foi enviada ao Marshall uma mulher de grande força e integridade para ser sua esposa e companheira, e a ele lhe foi dado um filho que o ajudaria a cumprir a sua grande missão no mundo. E outros foram enviados para auxiliá-lo, alguns ficando com ele somente por um tempo e outros continuando com ele até hoje. Porque o Mensageiro não pode viajar sozinho. O Mensageiro deve ter auxílio ao receber e trazer um ensinamento tão grande ao mundo, e as seus companheiros devem ser fortes e corajosos, flexíveis e modestos. A conexão deles com Marshall deve ser profunda, intensa e pré-estabelecida, você compreende?

Porque ele não vai conquistar as pessoas com charme e carisma, ou brilho intelectual. Ele não vai cativar pessoas cumprindo as expectativas delas de grandeza, ou poder ou força. O seu poder está na Nova Mensagem e em sua capacidade de receber e levar a Nova Mensagem, e de ser o seu primeiro estudante e representante principal.

As noções de poder das pessoas são tão distorcidas, são tão incorretas, que as pessoas procuram pelas coisas erradas aqui. Graça e humildade, perseverança, confiabilidade, paciência, silêncio – estas são as qualidades de um indivíduo poderoso. No entanto isto não é o que as suas culturas e as suas nações celebram como demonstração de um real poder ou eficácia. Somente os voluntariosos são reconhecidos assim, somente os aventureiros, somente os ambiciosos, somente aqueles que usam força para ganhar o que eles reivindicam para si mesmos. Mas este não é o poder da Graça. Este não é o poder que Deus enfatiza dentro do indivíduo, e este não é o poder do Mensageiro.

Levaria um longo tempo, mesmo com seus companheiros, antes de a realidade de seu grande esforço ser revelada a ele. Isto foi feito para impedir qualquer erro de sua parte, ou o risco de negação e evasão. Porque se a sincronização não for correta aqui, uma pessoa pode se sentir sobrecarregada e se afastar – mesmo de algo que ela é destinada a fazer, que é para ela fazer, aquilo pelo qual ela veio ao mundo para fazer. Aqueles que criam seus papéis, aqueles que anunciam a si mesmos em seus papéis criados por si mesmos não têm essa qualidade, você compreende? Eles não possuem os dons do Mensageiro.

A Revelação da Nova Mensagem será surpreendente até mesmo para o Mensageiro. Ele dificilmente será capaz de acreditar nela, dada a sua perspectiva humana e dada a sua longa aclimatação ao mundo. Ele desenvolveu uma identidade pessoal, um conjunto de hábitos e auto-orientações, então a Revelação estava atingindo-o, e ele não a acolheu. Ele não a queria.

Todos os grandes Mensageiros que foram enviados ao mundo experimentaram exatamente a mesma coisa, e uma vez que a verdade da missão deles lhes foi revelada, eles foram muito relutantes. Parecia impossível. Parecia improvável. Parecia esmagador. Parecia perigoso. Parecia estar além das capacidades deles. Era inconsistente com a maneira que eles enxergavam a si mesmos. Falava de uma força que eles mal sabiam que possuíam. E negava todas as outras reivindicações que aquele indivíduo poderia ter tido para si mesmo quanto a quem ele era, e quanto ao que ele tinha que possuir e fazer, e assim por diante.

Deste modo, não foi senão depois de muito tempo recebendo a Nova Mensagem que Marshall foi avisado do que ela era realmente. Todos aqueles anos recebendo a Revelação tiveram que ser administrados sem a certeza do que ela significava, para o que ela era, o que ela iria servir e fazer, e como ela poderia ser expressa e explicada. Ele teve que empreender isto sem realmente saber para o que isto era, e o que isto era realmente, você compreende? Ele teve que fazer essa jornada, e outras pessoas tiveram que fazê-la com ele, somente sabendo que a jornada na qual eles estavam era vital e importante e essencial, mas além disso, ela permaneceu misteriosa e confusa. Uma vez que a Revelação foi dada quanto à natureza real do que ele estava recebendo, e aprendendo e tentando comunicar, isto iniciou todo um outro estágio na preparação dele.

Agora ele teve que transcender sua idéia anterior de si mesmo, para atender aos requisitos que a missão colocava sobre ele. Agora ao invés de ser somente uma pessoa a quem foi dado algo importante para fazer, ele tinha que se tornar um veículo para o dom maior o qual ele estava obrigado e destinado a receber e a dar. E ele teve que superar a sua incerteza e sua relutância, sabendo durante todo o tempo que o que ele estava fazendo estava além de sua compreensão e provavelmente além mesmo de sua capacidade de compreender.

Através da história, os grandes Mensageiros que vieram ao mundo não foram compreendidos, e as Mensagens deles foram frequentemente mal interpretadas e mal aplicadas. Tal é a dificuldade de trazer algo puro a um mundo e a uma humanidade que é impura, que está cheia de queixas e conflito, ambição e degeneração.

As pessoas não entendem a natureza da missão, nem o grande fardo que o Mensageiro teria que assumir. Ao invés disso, histórias foram inventadas para capturar a imaginação do público, para vender o ensinamento, para amplificar a sua importância para os desinformados, para dar a ela um poder que as pessoas queriam que ela tivesse, ao invés do poder que ela realmente possuía. Em muitos casos, a Mensagem nunca foi escrita corretamente. Ela estava contida dentro do Mensageiro e demonstrada pelo Mensageiro.

Mas nesta situação, era necessário que a Mensagem fosse entregue, gravada, transcrita e publicada para que as pessoas tivessem acesso à Mensagem pura e ao Ensinamento puro. No caso de alguma coisa acontecer ao Mensageiro, a verdadeira Mensagem não seria perdida. Também, isto foi feito para preservar a Mensagem em sua forma pura para que ela não sofra alterações ou adaptações radicais no futuro, para que não esteja associada com outras coisas para a conveniência da compreensão das pessoas, ou para o benefício dos governos ou do estado.

Portanto, Marshall teve que receber a Mensagem antes que ele pudesse comunicar a Mensagem. Ele teve que colocá-la em uma forma permanente, algumas vezes tendo que alterar as palavras para torná-las mais compreensíveis, mas entregando a Mensagem na forma mais pura possível com o auxílio daqueles que foram enviados para ajudá-lo. Desta maneira caso alguma coisa aconteça com o Mensageiro, a Mensagem está aqui. As pessoas vão ter que lidar com a Mensagem em si ao invés de repudiar o Mensageiro. Elas vão ter que lutar com a Mensagem em si, tudo aquilo que ela desafia nas pessoas e tudo o que ela reconhece que é verdade.

Você está vendo pela primeira vez aqui a natureza real da Revelação, a real natureza e propósito de um verdadeiro Mensageiro no mundo. Você está vendo aqui pela primeira vez como Deus dá grandes Mensagens ao mundo para servir ao mundo naquele tempo e nos tempos por vir, e como as sucessivas Mensagens dadas durante um longo período de tempo têm se edificado umas sobre as outras e atenderam a condições novas e variáveis. Você está vendo pela primeira vez aqui como Deus trabalha no mundo além das histórias do passado, além das proclamações e tradições, sejam elas verdadeiras ou falsas. Você está vendo a natureza da Revelação.

Isto é importante de se ver porque se o processo de Revelação não for compreendido, a Revelação em si não será compreendida. Se o fardo do Mensageiro não for reconhecido, então o Mensageiro não será reconhecido. Caso você não reconheça o Mensageiro, isto será a sua grande desvantagem, porque ele traz consigo uma conscientização e uma preparação para os grandes perigos que estão encarando a humanidade e para as grandes oportunidades para a unidade e cooperação humanas. Ele traz consigo as bênçãos de propósito e integridade na vida individual e o significado de relacionamentos em um nível superior, mais completo. Ele traz consigo uma promessa de futuro da humanidade dentro de uma Comunidade Maior de vida inteligente no Universo e o que a humanidade terá que fazer para enfrentar um mundo de recursos em declínio e conflitos humanos crescentes.

O Mensageiro trouxe a Mensagem. Ela está em uma forma que as pessoas podem ler. Não é uma interpretação posterior. Não é uma coisa que foi mantida em segredo por grupos ocultos e panelinhas somente. Ela tem sido dada às pessoas durante o próprio processo de Revelação. Isto nunca foi feito antes. Agora vivendo em um mundo onde coisas podem ser publicadas, e escritos podem ser transcritos e traduzidos em outros idiomas e apresentados eletronicamente, dá-se a oportunidade para a palavra escrita ser dada em todos os lugares. Fenomenal isto é! É tão importante agora, porque vocês não têm muito tempo, porque o mundo está mudando rápido demais, e os perigos estão chegando – as Grandes Ondas de mudança estão vindo ao mundo. Vocês não têm décadas e séculos para tentar descobrir o que é isto, ou para tentar traduzí-lo, ou para passá-lo simplesmente de pessoa para pessoa em algum tipo de tradição oral. Agora não há tempo para isso, você compreende? E é por isto que a Revelação foi dada desta forma.

O progresso e a preparação de Marshall foram atrasados pelas falhas de certas pessoas a virem e auxiliarem a ele. Ele tem sido retido por circunstâncias. Certas outras pessoas foram chamadas, mas não responderam, e algumas que responderam não puderam realizar seu destino aqui – tudo isto retendo a Revelação da Nova Mensagem em um tempo quando ela era necessária, retardando todo o processo. Este então é o perigo de trazer uma Revelação de Deus ao mundo. Há tantas coisas que podem retê-la, que podem frustrá-la e que até mesmo podem impedí-la de ser recebida e comunicada.

Esta Nova Mensagem não é só para uma nação, para um grupo, para uma religião. Ela é para todo o povo do mundo. É uma Revelação para o mundo. Ela não se destina a substituir as religiões do mundo, mas para pedir pela unidade delas, e pela força delas, para enfatizar a verdade em comum delas, para terminar os conflitos incessantes entre elas e para uní-las a fim que elas possam servir a humanidade em seu tempo de grande necessidade.

Será muito desafiador para as pessoas receberem a Mensagem e o Mensageiro. Ele irá apontar para a Nova Mensagem, porque você precisa lidar com a Nova Mensagem primeiro. Mas a presença e significado dele, e a grande substância da comunicação Divina dele, é algo que será muito desafiador de encarar e aceitar. Levará muito tempo para aprender e para compreender. As pessoas vão pensar que elas entendem, mas elas não entenderão. As pessoas irão afirmar que é fácil de compreender, mas elas não a compreenderam. As pessoas vão associá-la com outras coisas – coisas com as quais elas são familiares, outras coisas que foram aprendidas e ensinadas no mundo – mas jamais houve algo como isto trazido ao mundo. O Conhecimento e sabedoria da Comunidade Maior e o ensinamento sobre a espiritualidade ao nível do Conhecimento só têm sido conhecidos por muito poucas pessoas na história do mundo e nunca foram apresentados como uma Mensagem para a humanidade em si.

Portanto, o desafio será para o recipiente – para você e para todos aqueles que são tão afortunados para receber a Nova Mensagem no tempo mais cedo possível. Ela trará clareza, propósito e poder a sua vida, e você precisa disto agora mesmo. Mas o dom dela ao mundo é ainda maior do que ela fará para a sua vida. Mas para saber isto você deve ter um relacionamento com a Nova Mensagem. Você não pode manter-se afastado dela e julgá-la, e criticá-la, e avaliá-la. Isto é inútil. Isto é insensato. O que você vai encontrar são os seus próprios preconceitos, suas próprias limitações e as suas próprias suposições e idéias pré-concebidas. Você tem que vir a isto com uma mente aberta para ver o que a Nova Mensagem pode revelar à você. Se você vier medrosamente ou pensando que ela vai perturbar as suas crenças e invalidar as suas tradições, então você não será capaz de penetrá-la. Você só irá julgá-la cegamente. Você não será capaz de receber a graça dela, o poder dela e a visão dela do futuro.

O Mensageiro agora vai precisar de grande assistência de outros para trazer esta Nova Mensagem ao mundo. Não é algo que uma pessoa pode fazer. Não é algo que um pequeno grupo de indivíduos possa realmente fazer – por mais comprometidos que eles sejam, por mais devotados que eles sejam. Será necessária a assistência de outros. Será necessário que as pessoas aprendam O Caminho do Conhecimento, aprendam a Nova Mensagem, vivam a Nova Mensagem e vejam a sua completa relevância ao mundo que você vê, e a sua completa relevância ao mundo que você ainda não viu.

O Mensageiro vai precisar de proteção. Ele vai precisar de verdadeiros estudantes. Ele vai precisar de apoiadores. E ele vai precisar de outros simplesmente para testemunhar este grande evento na história humana. Vai parecer incrível, incompreensível. As pessoas não vão acreditar. Elas vão pensar que é impossível. Deus deu todas as revelações de Deus há tanto tempo atrás. Está nos textos sagrados. Muitas pessoas não serão capazes de aceitar que Deus falou novamente, que existe uma Nova Revelação no mundo – como se elas pudessem supor conhecer a mente e a vontade de Deus, como se elas pudessem insistir que elas conheciam o Plano de Deus e a verdade de Deus para si mesmas. Certamente isto é tolo e arrogante, mas muitas pessoas tomam esta posição sem questionar.

Para conhecer a Nova Mensagem, você precisa testemunhá-la. Você precisa aprender dela. Você deve deixá-la dar clareza e significado para a sua vida. Esta é a única forma para você conhecer a Fonte dela, a verdade dela, e a relevância dela para o mundo e para a sua vida. Ela representa um relacionamento Divino, e é este relacionamento que você pode trazer para as suas tradições espirituais e religiosas – permitindo que a Nova Mensagem adicione uma outra dimensão à sua prática e estudo religiosos, deixando-a cumprir o que foi preservado e apresentado antes. Porque a humanidade está enfrentando um novo conjunto de circunstâncias que ela nunca enfrentou antes, e uma Nova Revelação tem sido dada para preparar a humanidade, para alertar a humanidade e para fortalecer a humanidade a fim que ela possa se unir diante das Grandes Ondas de mudança.

Deus sabe do que a humanidade precisa apesar de a humanidade permanecer confusa. Deus sabe o que está vindo para a família humana apesar da família humana estar obcecada com o passado dela. Deus sabe que a humanidade deve se unir diante do grande perigo, apesar das pessoas continuarem seus conflitos e continuarem suas admoestações umas contra as outras. O que Deus sabe e o que as pessoas acreditam não são a mesma coisa.

Isto dificulta a tradução e a apresentação da Nova Mensagem, mas tal Mensagem deve ser dada. Ela deve alcançar aqueles que podem ouvir, que podem ver, que podem saber, cuja abordagem é pura, que não vêm aqui com condenação e que vêm aqui para receber clareza e poder, propósito e o significado de relacionamento. Eles vêm para serem abençoados pela Nova Mensagem, e capacitados por ela, e confrontadas por ela.

O que a humanidade fizer com esta Nova Mensagem caberá à humanidade. Deus não pode controlar a resposta da humanidade. Deus não pode controlar o resultado da resposta da humanidade. Se você entendesse a natureza do relacionamento de Deus com o mundo e com a humanidade, isto seria muito claro para você. Mas se você não entende, parecerá confuso e desconcertante e perturbador talvez. Mas Deus colocou dentro de cada pessoa o poder do Conhecimento, a habilidade de ver e saber a verdade além do engano, e além da preferência pessoal. Este Conhecimento deve vir à tona para muitas pessoas agora, para o mundo ter um futuro, para a humanidade ser capaz de continuar e definir um novo rumo.

A Nova Mensagem não tem uma agenda política. Ela está aqui para inspirar ação correta e o reconhecimento e a necessidade de cooperação diante de mudanças e eventos reais no mundo. Ela lhe ensinará como escutar, e a aprender o que Deus quer que você faça na vida, e o que está destinado para você e onde os seus verdadeiros pontos fortes e sucesso estão – além de todas as persuasões e enganos do mundo.

O Mensageiro está no mundo agora. Ele está, mesmo agora, continuando a trazer a Nova Mensagem ao mundo. Ele fez a sua grande tarefa de receber a maior parte da Nova Mensagem. Ela será completa. Ele não está aqui para proclamar a si mesmo como um governante, ou um líder, ou um grande poder. Ele está aqui simplesmente para testemunhar a Nova Mensagem e para ser o seu defensor primário. Ele não está aqui para reivindicar poder político, poder econômico, para desterrar outras pessoas ou para destituir ninguém. A presença dele aqui é para servir como uma demonstração e uma apresentação da sabedoria e do amor de Deus, e dos grandes desafios que estão agora encarando a família humana, para os quais a humanidade não está preparada.

Portanto, receba o Mensageiro e apoie-o da maneira que você puder. Permita que seu coração lhe diga o que precisa ser feito. Reconheça e receba as bênçãos da Nova Mensagem, que está agora sendo disponibilizada ao mundo pela primeira vez.

Separe tempo para considerá-la. Separe tempo para estar com ela. Separe tempo para lutar com ela. Separe tempo para permitir que ela lhe revele coisas que nunca foram mostradas a você antes. Permita que ela confirme o que você sempre soube ser verdade, e que ela revele o fio de verdade que tem estado em sua vida durante todo o tempo. Permita que ela ilumine as suas tradições religiosas, a revelar a pureza delas, a revelar a verdade central delas, a revelar que todas elas vêm de Deus, a revelar a Única Espiritualidade da humanidade, e a revelar o grande limiar da humanidade em enfrentar um Universo cheio de vida inteligente e em aprender a reverter o grande declínio que está ocorrendo no mundo hoje.

O fardo está sobre o recipiente. O Mensageiro fez uma longa e difícil jornada. Mesmo neste ponto, o fardo está sobre o recipiente agora. É a integridade, a honestidade e o desejo do coração que irão contar, e que irão habilitar você a receber a Nova Mensagem para você mesmo e a entender a importância dela para o mundo. Que este seja o seu entendimento.