Ouça a revelação falada original (em inglês):

Baixar (clique com o botão direito para baixar)

Assim como revelado ao Mensageiro de Deus
Marshall Vian Summers
em 4 de fevereiro de 2008
em Boulder, Colorado, EUA.

Sobre esta gravação

Nesta gravação em áudio você está ouvindo a voz da Assembleia Angélica falando através do Mensageiro Marshall Vian Summers.

Aqui, a comunicação original de Deus, que existe além de palavras, é traduzida em linguagem e entendimento humano pela Assembleia Angélica que supervisiona o mundo. A Assembleia em seguida entrega a Mensagem de Deus através do Mensageiro.

Neste processo incrível a Voz da Revelação está falando novamente. A Palavra e o Som estão no mundo. Pela primeira vez na história, a gravação de uma revelação original falada está disponível a você e ao mundo para ser vivenciada.

Que você seja o recipiente desta dádiva de Revelação e que você esteja aberto para receber a sua Mensagem única para você e para a sua vida.

Agora é tempo da humanidade aprender sobre a espiritualidade na Comunidade Maior de vida na qual o seu mundo sempre existiu. Agora é tempo de superar o foco tribal e a identificação tribal para aprender um novo paradigma, para compreender a evolução do entendimento religioso no universo onde ele tem sido expressado mais plenamente e onde ele tem sido alcançado mais excelentemente.

A humanidade deve agora alcançar uma perspectiva maior a fim de estabelecer a união e o entendimento humano, para conhecer e enfrentar as Grandes Ondas de mudança que estão vindo ao mundo e para reconhecer e neutralizar as Trevas Maiores que estão no mundo.

Você não pode encontrar uma nova realidade com um entendimento antigo, e é por isso que Deus enviou uma Nova Mensagem para o mundo, uma Mensagem para a proteção e o avanço da humanidade.

A primeira questão é: O que é a Criação? A Criação é tudo que Deus criou dentro do tempo e além do tempo. Você vive dentro do tempo, portanto você vive em uma parte da Criação que está em movimento, que está em fluxo, que é instável e que está evoluindo e se expandindo. Esta parte da Criação foi estabelecida para proporcionar um lar para os separados, onde eles poderiam ter uma experiência da Separação e ter a oportunidade de escolher um caminho para retornar para aquela parte da Criação que não muda, que é completa e eterna.

A Criação com a qual você deve se preocupar é esta Criação temporária – um lugar de tempo e espaço, uma realidade física, uma realidade de mudança constante, de sistemas em evolução, uma realidade de contraste e conflito, uma realidade de vida e de morte.

A Separação criou esta realidade, pois Deus sabia que os separados deveriam ter uma fundação na qual eles poderiam existir. Isto colocou em ação o universo físico que você está apenas começando a compreender e que você deve aprender a servir e reconhecer se você está preparado para superar as fascinações deste universo e perdoar suas tragédias.

A Criação além disto está além da sua consciência agora, embora você esteja de fato vivendo dentro dela. Pois a Criação temporária está acontecendo em outro nível. Você já está envolto pela Criação permanente, mas os seus olhos não podem vê-la, os seus ouvidos não podem ouví-la e os seus dedos não podem tocá-la porque os seus sentidos foram estabelecidos somente para reconhecer coisas físicas e coisas que se movem, objetos que estão se movendo e sons que estão mudando.

A realidade maior na qual você vive está em todo lugar ao redor de você. Você nunca saiu dela, mas devido a confiança que você dá aos seus sentidos você não pode vivenciar esta realidade maior diretamente sem um certo tipo de preparação.

Isto é inteiramente confuso para o seu entendimento humano, e isto é inteiramente confuso para o entendimento das incontáveis raças de seres que vivem na Comunidade Maior de vida inteligente que abrange o universo físico no qual você vive. Todas elas vivem em Separação. Todas elas estão tendo uma experiência de evolução. Elas representam a evolução da consciência, da tecnologia e do estabelecimento social em todos os níveis concebíveis.

Tudo isto está acontecendo dentro da própria Criação permanente. Pois embora parece haver Separação e você vive nesse estado de separação – onde tudo parece ser distinto e único; onde tudo está mudando e se movendo, nascendo e morrendo – você não deixou a Criação permanente. Ela ainda está aqui.

A Separação é fundamentalmente um problema de percepção, comunicação e consciência. Houve muitos poucos indivíduos na história da humanidade que foram capazes de romper o véu que parece separar esta realidade física, temporária e em mudança, da sua realidade permanente que representa a sua Antiga Morada – onde Deus é conhecido, onde você é conhecido, onde não existem questões pois não existem conflitos, onde mudança não existe pois não é necessária.

Isto é inconcebível para você em seu estado atual, e não é nem mesmo desejável dadas as suas prioridades e objetivos. Mas é importante que você saiba que na verdade a Separação não teve sucesso e que o rompimento para longe de Deus não foi realizado de fato. Ela é real na sua experiência atual da realidade, dentro desta Criação parcial na qual você existe. Mas ela está separada. É por isso que ela está mudando e é por isso que ela está evoluindo.

Se a vida no físico não mudasse e evoluísse, seria um Inferno para você. Imagine estar em uma realidade que você não gostasse, uma realidade que nunca mudasse. Você não teria esperança. Você não faria progresso algum. E mesmo que aquela realidade física, a realidade física imutável, fosse perfeita em atender todas as necessidades que você acha que tem, depois de um tempo você perceberia que viver dentro de um corpo é inerentemente desconfortável, problemático e difícil, e você iria querer estar livre. Mas você não poderia estar livre, nesse caso, pois você teria estabelecido um tipo de [imortalidade] na sua realidade física imaginável, e você ficaria preso, entende?

O Inferno é um lugar lindo onde você nunca pode ser feliz. Isto que é o Inferno. Se você estivesse em um lugar de tormento de verdade, você iria querer ir imediatamente para casa, para Deus. Mas aqui, nesse lindo Inferno, você está ambivalente; você está apegado. Isto lhe intriga; isto lhe seduz; isto lhe hipnotiza. E embora você tema os perigos, os terrores e as imprevisibilidades nessa realidade física atual, você ainda está obcecado com ela.

Então para você, a Criação é o universo físico. Ele parece ser eterno, mas na verdade ele é temporário. Ele tem um começo, um meio e um fim. Você não chegou nem mesmo na metade deste universo em expansão, então isto é algo que é confuso para o seu entendimento.

É importante para você saber, caso você pense que a imortalidade no reino físico é algo desejável, você deve reconhecer que tal estado seria o próprio Inferno. Estar em um lindo lugar onde você jamais poderia ser feliz seria extremamente infernal e você seria mantido ali por muito tempo porque você continuaria querendo aquilo, acreditando naquilo, tendo esperança e tentando fazer com que funcionasse.

O fato de que a sua realidade física está mudando constantemente, se expandindo, evoluindo e passando por crescimento e decadência lhe dá esperança e promessa de que o seu propósito maior e a necessidade da alma possam ser realizadas aqui.

Isto requer uma fundação teológica e filosófica inteiramente diferente. Se você acredita que você está no mundo porque você pecou ou porque você foi condenado, você então não reconhecerá a grande oportunidade que existe dentro da sua realidade para a sua redenção. De fato, devido aos fundamentos filosóficos de muitas das religiões do mundo hoje em dia, esta situação se torna incrivelmente complexa, obscura e difícil de se discernir.

Ainda assim Deus colocou o Conhecimento dentro de você, uma mente mais profunda, um entendimento mais profundo. E este Conhecimento contêm o seu propósito, direção e a promessa das suas realizações maiores no mundo.

Porque você entrou na Separação, agora você deve servir a Separação. Você deve servir as pessoas e a vida existente neste estado de separação. É assim que você redescobre e tem novamente a experiência da permanência da sua Antiga Morada.

A redenção não se trata simplesmente de agradar a Deus e ir para o Céu ou não agradar a Deus e ir para o Inferno. Isto é ridículo. Isto representa puramente um estado de separação da mente e da percepção humana. Você acredita que o justo deveria ser recompensado e o perverso deveria ser punido, e que Deus dará as recompensas e as punições. Você imagina que Deus é como você – tendo o seu temperamento, tendo os seus valores, defendendo o seu senso de justiça e satisfazendo os seus critérios e expectativas. Isto é insensato e arrogante, é claro, mas esta é a posição de muitas pessoas.

Mas não se preocupe, pois todos neste universo físico, as incontáveis raças de seres em todos os estágios de evolução, têm os mesmos tipos de suposições. É de se esperar. Isto não engana a Deus. Deus não se chateia com isto. Isto é simplesmente o resultado de se estar vivendo em um estado de separação.

Até mesmo as suas noções de religião e espiritualidade estão fundamentadas neste estado de separação. As pessoas imaginam que o Céu seja um tipo de visão perfeita da realidade física delas sem perceber que se tal realidade jamais fosse criada, ela seria o próprio Inferno. Estar em um lindo lugar onde você nunca poderia ser feliz seria um tipo de Inferno contínuo.

Deus não pode lhe fazer feliz num simples tocar de uma varinha de condão ou por um encantamento. Você deve retornar ao seu estado permanente como Deus o criou, não como um individuo em conflito. Você não seria capaz nem de experimentar a sua realidade permanente como um individuo infeliz e em conflito. Você veria as projeções da sua própria mente. Você iria querer estar em um ambiente que representasse o seu próprio estado conflituoso, e é isso que lhe mantem aqui.

Você poderia estar em um estado pior. Você poderia experimentar o Inferno mais completamente. Você poderia ser mais miserável, com certeza. Parece não haver fim para os níveis de miséria para os quais as pessoas estão dispostas a se ajustar e se adaptar.

Mas, no entanto, a Criação é completa, e a sua experiência temporária nessa realidade temporária que você chama de universo físico não é nada mais do que um pedacinho da Criação permanente de Deus – a Criação que você ainda não pode vivenciar claramente por si mesmo, apesar de você poder ter vislumbres às vezes.

As crenças e as suposições das pessoas, as suas ideias metafísicas, os seus valores religiosos e as suas especulações todas sofrem de uma certa confusão de níveis. Elas tentam imaginar um estado de benção permanente chamado de Céu, mas elas não conseguem enxergar como ele é de verdade. Elas ainda não conseguem se identificar com ele da forma como ele realmente é, pois elas não estão prontas para isto. Elas ainda não foram preparadas para o Céu, para retornar. Elas não completaram o seu serviço aqui na realidade física. Elas não completaram a sua missão aqui.

Quando a Separação começou, antes de qualquer uma das suas estimativas de tempo ou história, a solução foi criada instantaneamente. Por que enquanto a Separação pode lhe enganar, pode lhe cativar, pode lhe hipnotizar, pode prender você e todas as entidades e seres que estão na realidade física nesse momento, ela não enganou a Deus. Ela pode ser à prova de falhas, mas ela não é à prova de Deus. Então a solução foi criada imediatamente. Mas no tempo, parece levar uma quantidade de experiência muito grande para a solução ser aceita, vivenciada e expressada.

Você está se demorando no tempo. O tempo é o intervalo entre o ponto no qual você saiu da sua Criação permanente e o momento no qual você finalmente retorna para ela completamente. Este intervalo é chamado de tempo. O tempo é inconcebível e desnecessário na sua realidade permanente porque o tempo está relacionado à mudança. Está relacionado à eventos que mudam. É algo que marca a progressão de eventos.

A noção toda de tempo é parte da adaptação de se estar vivendo dentro de uma realidade física. É uma forma de medição que foi estabelecida por necessidade para que você possa organizar os seus pensamentos e ações, para que você possa interagir com uma realidade física em mudança, para que você possa acompanhar o seu progresso e as suas conquistas, e para que você entenda a sua história e o seu passado e a história e o passado de outros que residiram aqui. O tempo é desnecessário na sua realidade permanente. Ele é irrelevante.

Você pode ver aqui pelas Nossas palavras o quanto você está longe de ainda ser capaz de vivenciar ou ressoar com isto. Talvez isto lhe intrigue. Talvez isto possa avivar uma memória antiga em você. Talvez haja aspectos disto pelos quais você anseie. Talvez lhe pareça tedioso, desinteressante e pouco atraente viver em uma realidade imutável.

Você está muito viciado em mudança. Você ama mudança e você odeia mudança. Você ama a sua existência física e você odeia a sua existência física. Ela lhe intriga. Ela lhe estimula. E ainda assim ela lhe machuca, lhe aterroriza e lhe desaponta.

É este problema, confusão e dicotomia aparentemente irreconciliáveis que a resposta de Deus trata diretamente. Pois Deus colocou dentro de você uma inteligência mais profunda que não se confunde com aquilo que confunde a sua mente que pensa, a sua mente mundana. Ela não fica atordoada com o mundo. Ela não se engana com as aparências. Ela não é atraída por todas as coisas que parecem lhe induzir, lhe seduzir e lhe fascinar. Ela não fica aterrorizada palas coisas que lhe aterrorizam. Ela não tem medo de mudança, perda ou morte. Pois ela é a parte permanente de você. Ela é a parte de você que nunca pode se separar de Deus.

Este Conhecimento está dentro de você agora. Ele está aqui em uma missão para contribuir dentro de certas circunstâncias, com certos indivíduos, para realizar certas coisas. O propósito final do Conhecimento está além da sua compreensão, mas os passos que ele lhe fornece são acessíveis imediatamente e podem ser discernidos se você estiver disposto, aberto e capacitado. Ele resolve o dilema porque ele expressa a realidade da sua Antiga Morada através de você enquanto você está aqui nesta realidade física temporária. Ele demonstra um poder maior, uma ressonância maior e um relacionamento maior. E ele fornece um serviço real e tangível aqui nesse mundo onde as pessoas estão sofrendo. Elas estão se definhando no tempo. Elas estão vivenciando desespero e desesperança. E o mundo enfrentará grande labuta no futuro próximo.

Deus não é descuidado nessa questão. Deus envia para o mundo o que é necessário para que todos aqui continuem se movendo numa direção positiva. As pessoas nessa realidade têm a decisão e o poder de fazer com que este mundo seja mais como uma reflexão da sua Antiga Morada ou mais como um lugar infernal.