Assim como revelado a
Marshall Vian Summers
em 21 de setembro de 1993
em Boulder, Colorado, EUA.

Greater Community Spirituality

Nós introduzimos o termo Força Vital aqui. Todavia, antes de nós falarmos sobre isso, gostaríamos de trazê-la num contexto maior, um contexto da Comunidade Maior. Estas palavras são familiares para algumas pessoas, e existe um monte de idealismo e especulação sobre o que a Força Vital realmente é e o que ela pode fazer. Mas de novo, quando usamos palavras ou terminologia familiares, devemos trazê-las num contexto maior. Se você puder entrar neste contexto maior, então tudo que estamos dizendo será revelador e muito útil e valioso. Se você não puder entrar nesta percepção e perspectiva maiores, então você continuará a interpretar as coisas de acordo com seus próprios interesses, ideias e entendimento.

A Força Vital é uma energia que existe em todas as coisas vivas. Isso é uma ideia familiar para muitos que leem estas palavras. Contudo, na Comunidade Maior, a Força Vital tem um valor superior. É de fato uma força que é cultivada, usada e desenvolvida por certas raças para certos propósitos. Há sempre demonstrações de aptidão superior, de consciência superior e de talento superior, porque existem indivíduos hábeis em todas as sociedades por toda parte da Comunidade Maior. Entretanto, se estas forem descobertas pelos poderes que regem essas sociedades, então estes poderes e talentos são postos ao trabalho para servir como uma defesa ou como uma ferramenta para controlar os outros.

A descoberta de poderes, talentos e consciência superiores torna-se uma responsabilidade para qualquer sociedade uma vez que estes poderes têm uma aplicação popular e são vistos como úteis na dominação ou no controle dos outros. Por isso os Sábios permanecem escondidos: para permanecerem vivos e para manterem aqueles poderes e talentos maiores que eles descobriram. Estes poderes e talentos têm uma utilidade real nas mãos dos Sábios, porém se estes poderes forem usados para propósitos políticos ou militares, então a sua utilidade declina, e eles podem se tornar armas que são usadas contra os outros. Isso é demonstrado em muitos lugares na Comunidade Maior. Existem talentos mais finos e sutis dentro de todos os indivíduos, e existem poderes maiores dentro de indivíduos particulares e dentro de culturas ou raças particulares. Todos eles podem ser explorados por seu valor político ou militar. Portanto, há um grande fardo em carregar o Conhecimento e a Sabedoria: o fardo de mantê-los ocultos, sabendo com quem compartilhá-los e o quanto compartilhar.

Por isso os ensinamentos populares sobre a Força Vital estão fundamentalmente errados. Mesmo a boa intenção de compartilhar algo valioso com os outros é muitas vezes suscitada pela ignorância. O poder deve ser acompanhado pela Sabedoria e pela restrição para ser útil e eficaz.

Tudo do que falamos nos Livros do Conhecimento representa um mistério e uma grande oportunidade para você, mas eles não são facilmente acessíveis. É preciso estudar e se preparar, e é preciso passar por certas provas na vida. Você precisa demonstrar sua sinceridade, sua humildade e sua honestidade consigo mesmo para avançar e ganhar acesso aos poderes superiores dos quais nós falamos, e os quais lhe são destinados.

A Força Vital é um poder. Ela está dentro de você, mas você não pode ganhar o controle sobre ela. É possível usá-la em certas situações, mas é preciso uma mente altamente desenvolvida e hábil para ter efetivamente autoridade sobre ela. Isso é importante porque na vida física você tem o potencial para o poder, o talento e a consciência. Se estes são cultivados sabiamente e aplicados apropriadamente, eles se tornam benéficos para você e para os outros. Contudo, se forem usados para outros propósitos – se forem usados para a defesa ou se forem usados para a conquista, a manipulação ou o controle – então eles se tornam maus na essência, algo que é inerentemente destrutivo e contraprodutivo para o propósito maior da vida que é levar todos os seres à união e à conscientização.

A Força Vital é importante porque representa uma parte da sua experiência de estar no mundo. É um poder que circula em seu corpo. Ela é neutra. Não é inerentemente boa nem má. A questão então é, como será que você a usará? Para qual propósito você a usará? Será que você inventará o seu próprio propósito e a aplicará alí? Será que você justificará sua tentativa de controlá-la baseando-se em seus altos ideais, seus grandes pensamentos ou suas ambições altruístas? Caso afirmativo, ela iludirá você e enganará você. Ela corromperá você e trabalhará contra você.

Nós falamos de Força Vital aqui porque ela representa poder no mundo. E o que temos a dizer sobre a descoberta e o cultivo deste poder se aplica a todas as formas de poder no mundo. A Força Vital pode ser controlada e dirigida. Ela é neutra, então ela não tem uma vontade. Se ela é cultivada de acordo com a orientação do Conhecimento, a maior Mente Conhecedora dentro de você, então como todas as formas de poder, todos os talentos e todas as formas de consciência, ela encontrará um bom propósito aqui.

Aqui você deve parar e fazer-se estas perguntas: «Por que desejo saber sobre isto? O que significa para mim? Quais são minhas ambições com respeito a ela? Será que eu estou disposto a treinar e me preparar lentamente e gradualmente a fim de encontrar estes talentos maiores dos quais fala-se aqui?» Coloque-se estas perguntas, mas não dê uma resposta rápida. Em vez disso, fique com estas perguntas para que um entendimento mais profundo possa emergir dentro de você com o tempo.

Tudo o que é maravilhoso na vida lhe escapará se você buscá-lo com propósitos egoístas. Tudo o que é genuíno e significativo deteriorará se for procurado para realizar suas ambições ou suas metas pessoais. Assim, os Sábios permanecem ocultos para promoverem seu desenvolvimento, para darem suas dádivas apropriadamente e para se protegerem da usura do mundo. Quanto mais você sabe, tanto mais discreto você precisa ser. Quanto mais você possui, tanto mais discernimento você precisa ter. Quanto maior for a sua capacidade, tanto mais restrição você precisa exercitar. Isso exige muita auto-purificação.

Na Comunidade Maior, a Força Vital tem sido controlada com sucesso por indivíduos e pequenos grupos de indivíduos que servem uma rede maior dos Sábios. Esta rede é chamada o Harim. Esta palavra, que provem do idioma Septoral, fala daqueles que sustentam o Conhecimento em todos os mundos. O propósito deles não é local ou ambicioso. Eles representam um propósito universal que os liga com outros que são muito diferentes deles. Isso criou uma associação dos Sábios que provavelmente nunca se encontrarão uns aos outros frente a frente na vida manifesta. Ela estende a rede inteira e todo o tecido dos relacionamentos genuínos para além do campo visual. Aqui o céu e a terra são sobrepostos. Dentro destes limites que se sobrepõem, existe uma ligação maior de relacionamento, uma consciência maior e uma experiência maior da vida.

O Conhecimento dentro de você lhe guiará para que use todos os aspectos de si mesmo apropriadamente e harmoniosamente, e lhe levará a desenvolver certos aspectos de si para certos propósitos específicos. Ele não lhe guiará a cultivar todos os aspectos de si mesmo porque isso não é realístico. Ele não lhe pedirá para desenvolver todas as suas capacidades até um alto nível operacional porque isso não é possível. Todavia, ele lhe orientará a desenvolver certos talentos inerentes e certas habilidades que são pertinentes ao seu propósito específico no mundo neste tempo. Por isso não pode haver nenhuma ambição de sua parte se você procura obter acesso ao Conhecimento e a Sabedoria da Comunidade Maior.

Mesmo se seus motivos são puros, caso outros descobrirem suas capacidades crescentes, eles tentarão usar você para seus próprios propósitos. Alguns idolatrarão você; alguns tentarão lhe seguir; alguns lhe glorificarão; e ainda outros tentarão roubar de você. Alguns tentarão lhe destruir. Muitos lhe caluniarão.

Esta verdade vem como um grande choque ao estudante do Conhecimento que desde cedo descobre que sua busca por Conhecimento não é compartilhada pelos outros, mesmo aqueles que ele ama e estima. Mais tarde ele descobre que o seu desenvolvimento muda a percepção que as pessoas têm dele, e as pessoas começam a agir de modos muito estranhos em volta dele. Eventualmente, ele verá que o seu dom, que agora está emergindo lentamente dentro de sua própria consciência, deve ser protegido e salvaguardado e dado bem especificamente para certos indivíduos em determinados momentos. Isto requer uma tremenda restrição, pois cada pessoa está ansiosa pelo poder e controle para compensar a sensação de insegurança dele ou dela na vida física. A ambição existe dentro de cada pessoa. Dentro do estudante do Conhecimento, é preciso descobrí-la e contê-la em todas as suas manifestações.

Não é no poder que você precisa focalizar; trata-se de sua abordagem do poder. Não são seus talentos que você precisa reivindicar; é o seu entendimento delas que precisa ser cultivado. Uma vez que isso é conseguido, e isso pode de fato levar muito tempo, então coisas podem lhe ser dadas. Depois, elas produzirão frutos dentro de você, e elas encontrarão seus receptores legítimos dentro da esfera de seus relacionamentos. Você dará para alguns e não dará para outros. Você falará com esta pessoa, mas não com aquela pessoa. Você dará sua dádiva aqui, mas a reterá em outro lugar. Este entendimento não é compreensível para o observador casual ou mesmo para o observador crítico, pois eles veem as coisas somente de acordo com um conjunto de suposições que eles mesmos não questionaram nem encararam.

A Força Vital dentro de você pode exercer um efeito físico real. Ela pode ter um impacto no ambiente físico. No ambiente mental, ela pode assumir a forma de pensamentos, de forças de energia, de ideias fortes que se auto-sustentam, e assim por diante. Ela é um poder. A Força Vital não é o mesmo que o Conhecimento porque a Força Vital não é inteligente. Ela é como argila – você a molda, você a dá forma e você a usa para propósitos específicos. Ela é sutil, então a maioria das pessoas são inconscientes dela. Ela é penetrante, então ela é muito eficaz. Ela está em todo lugar, então ela pode ser controlada e usada. Ela reside em todos os seres vivos, portanto sua aplicação é universal.

Se você for orientado a desenvolver a Força Vital dentro de si próprio, você terá que aprender a se restringir grandemente. Ela se virará contra você se a utilizar para propósitos interesseiros a fim de realizar suas metas ou ambições. Aqui ela se virará contra você mesmo se você quiser usá-la para ajudar a humanidade. Salvo se o Conhecimento for o seu guia, seu conselho e sua restrição, você criará discórdia, confusão, desespero e fracasso. Você não pode usar o poder do universo por motivos pessoais e esperar conseguir qualquer coisa de mérito ou de valor real. Esta é uma verdade que é universal. Ela afeta todos os seres inteligentes em todo lugar. Com o poder e o controle vêm uma grande responsabilidade e a necessidade de se restringir. Quando estes estão faltando, o poder é destrutivo. Quando estes estão presentes, o poder exerce um esforço maior e mais benéfico que pode ter um grande e duradouro impacto onde quer que for aplicado.

Se você se tornar um verdadeiro estudante do Conhecimento, você começará a sentir coisas de forma consistente que apenas raramente você sentia antes. Você será capaz de experimentar a vida num nível mais sutil à medida que se prepara nos Passos para o Conhecimento. Aqui você precisará duma instrução real porque você terá que identificar e clarificar suas ambições, tanto aquelas que lhe são conhecidas quanto aquelas que podem emergir dentro de você à medida que se desenvolve. Aqui a tentação pode ser muito grande. Aqui você não pode instruir a si próprio. Aqui você deve se entregar a seu instrutor e ter confiança em seu instrutor para guiar você e para preparar você, para conter você e compelir você para a frente.

Na Comunidade Maior, a Força Vital é um poder que é usado. Ela pode ter uma grande influência sobre os não cientes. Seu equivalente no ambiente mental é o poder das formas projetadas de pensamento. No ambiente físico, a Força Vital exerce uma força real que move as coisas e cria um impacto e uma reação. Alguém pode lhe derrubar com a Força Vital mesmo se ele está no outro lado da sala. Alguém pode lhe enfraquecer fisicamente usando a Força Vital mesmo se ele está do outro lado da rua.

A Força Vital não é tão eficaz no ambiente físico quanto é no ambiente mental, onde os pensamentos podem ser dirigidos para um indivíduo mesmo numa distância de milhares, mesmo milhões de quilômetros e ter um impacto. Isso é valido porque no ambiente mental não há resistência exceto a resistência de ideias contrárias. No ambiente físico, há muita resistência tal como a resistência encontrada por um objeto em movimento. No ambiente mental, não existe nada que afete a velocidade dum pensamento em movimento exceto um pensamento contrário. E um pensamento contrário deve provir duma mente que está ciente do que está tendo impacto sobre ela e que pode suscitar em si própria o poder no ambiente mental para contrariar, obstruir ou impedir que o pensamento em aceleração a alcance. Nós chamamos isso de blindagem mental. É um grande talento. Você não pode usar este talento construtivamente a não ser que você seja selecionado pelos Sábios e se prepare por um tempo muito longo. Você precisa começar a aprender sobre a Força Vital agora porque ela representa uma parte do que lhe afeta individualmente e do que dá forma ao seu mundo.

À medida que as influências da Comunidade Maior obtêm um reduto maior em seu mundo, os talentos, o poder e a consciência deles exercerão um impacto cada vez maior em todos os aspectos de sua vida. Alguns destes são muito evidentes, mas muitos são bastante sutis. Muitas vezes eles não podem ser vistos. Entretanto, você pode discerní-los porque você pode sentí-los.

Por que isso é importante dentro do contexto da espiritualidade? Porque representa o mundo no qual o Criador lhe enviou. Dado um entendimento real de seu propósito e uma experiência real do seu sentido, você verá que tudo se encaixa dentro deste contexto teológico por causa da natureza de sua origem e seu destino – de onde você vem e para onde você está indo. O mundo é um lugar onde você está temporariamente. Portanto, de onde você vem e para onde você está indo fornecem o sentido real de sua existência aqui.

A Força Vital é um poder que poucos jamais descobriram e menos ainda jamais aprenderam a usá-la de modo construtivo. Existem aqueles na Comunidade Maior que podem usá-la em certas situações, mas isso não significa que eles podem controlá-la. Há uma diferença muito grande entre o uso e o controle. Por exemplo, você usa a electricidade, mas a capacidade de controlá-la, redirecioná-la e guiá-la representa um conjunto maior de competências e capacidades. Vocês usam a força do sol para fazer crescer alimentos, mas será que vocês podem controlar a força do sol? Vocês podem controlá-la?

Permita-nos lhe dar o entendimento seguinte: ninguém na vida física pode controlar o mecanismo do universo. Ninguém na vida física pode controlar o tempo. Pode-se usar o tempo, mas não se pode controlá-lo completamente. Os Sábios conhecem os limites do controle e exercem seus talentos apropriadamente. Os tolos pensam que não existem limites, que tudo está lá para que eles o adquiram, conquistem ou obtenham. Nenhum indivíduo ou grupo de indivíduos pode obter o controle do universo físico porque todos existem dentro de limites.

Pode parecer que você tem muito poder e capacidade comparado a outras pessoas. Contudo, visto dum contexto mais amplo, você tem limites significativos. Conhecer seus limites representa um aspecto da Sabedoria. Conhecer o que você pode desenvolver e o que está além de seu alcance representa um aspecto da Sabedoria. Você os aprende à medida que prossegue no Caminho do Conhecimento porque aqui você está começando a distinguir os poderes maiores dos poderes menores.

Você não pode controlar o Conhecimento, a Mente Conhecedora dentro de você. Você não pode dirigí-la para que ela lhe dê o que você quer. Você não pode focá-la para que ela produza os resultados que você quer. Você não pode usá-la para influenciar os outros. Por qual razão? Porque ela é mais poderosa do que você é. Você pode entrar em relacionamento com ela; você pode recuperá-la em sua consciência; você pode aprender a se reassociar com ela fazendo os passos para o Conhecimento, mas você não pode controlá-la. Você pode apenas controlar a sua expressão dela, e isso dentro de seu âmbito de responsabilidade. Todavia, não pense nem por um momento que se trata duma pequena responsabilidade. Ela é de fato muito grande e representa a aprendizagem consumada no ambiente humano.

É um fato interessante da vida na Comunidade Maior que os Sábios são todos muito parecidos, e todos os insensatos diferem muito uns dos outros. Os Sábios de seu mundo e os Sábios de outros mundos têm tanto em comum. Entretanto, os insensatos são tão distintos. Os Sábios em todos os mundos têm um meio para se comunicar uns com os outros através do Conhecimento, porém os insensatos não podem se reconhecer ou se comunicar uns com os outros. Os Sábios veem o que é o mesmo; os insensatos veem o que é diferente. Os Sábios se identificam com o que é o mesmo; os insensatos se identificam com o que é diferente.

Certos indivíduos aqui precisam se tornar sábios dentro dum contexto mais amplo da vida para que a humanidade possa ter uma vantagem na Comunidade Maior. E outros precisam apoiar estes indivíduos porque é preciso muito apoio dos outros para cada indivíduo que avança. É assim que o Conhecimento é mantido vivo no mundo. E isso fornece um meio para a comunicação do Conhecimento no mundo através duma rede de relacionamentos que apoiam todos um foco central. É assim que coisas de importância são comunicadas ao longo da Comunidade Maior, ao longo de toda vida manifesta e mesmo além da vida manifesta.

A verdadeira Sabedoria é passada por meio de uma rede de relacionamentos. Como a água que se infiltra para baixo através do solo, a Sabedoria encontra seus verdadeiros canais e sua trilha de menor resistência. Ela cria trilhas por onde o Conhecimento pode ser passado adiante, transmitido e iniciado de pessoa a pessoa através dum meio que é ao mesmo tempo maravilhoso e misterioso.

A busca do Conhecimento e da Sabedoria não é uma busca individual; é um esforço coletivo. Para cada um que avança é preciso um envolvimento significativo com muitas outras pessoas. De fato, o desenvolvimento deste entendimento faz parte da educação ao passar duma abordagem singular para uma abordagem comunitária, passando dum ponto de vista singular sobre a vida para um entendimento da vida da Comunidade Maior. Isso faz parte de sua educação. Isso faz parte da transição entre estar perdido em sua individualidade para ser incorporado na realidade Maior.

A Força Vital significa algo diferente em cada extremidade do espectro, e o seu entendimento dela mudará à medida que você passa pelo espectro no caminho para uma realidade Maior. De fato, tudo o que nós apresentamos na Espiritualidade da Comunidade Maior é importante porque lhe leva para uma realidade Maior. Não pode ser usado dentro de uma realidade individual. O Caminho do Conhecimento da Comunidade Maior lhe convida a encontrar uma evasão de seu próprio isolamento, uma evasão de estar perdido em sua própria individualidade e uma evasão de ser um prisioneiro de sua própria mente. Ele lhe convida a redescobrir seu relacionamento intrínseco com toda a vida e o propósito específico que cabe a você reivindicar e contribuir nesta vida, neste tempo, neste mundo.

Você precisará da Força Vital para progredir, para avançar e para continuar sua preparação e sua contribuição. Até que ponto você precisará usá-la e como você precisará usá-la dependem do papel que você está aqui para fazer. Seu papel aqui é predeterminado, mas como ele será cumprido e o tempo necessário para que ele seja cumprido – especialmente o tempo que é necessário para descobrí-lo e para se preparar para ele – podem variar consideravelmente. Nisso, as decisões que você toma têm muita importância, e de fato, você determinará se o resultado pode ser alcançado. Qual responsabilidade maior você jamais poderia querer assumir para si?

As pessoas que pensam que podem criar o seu próprio destino e chamam isto de sua liberdade, não têm nenhuma ideia do fardo que elas estão colocando nos seus próprios ombros. Este fardo é grande porque garante o fracasso. Você não pode controlar seu destino maior, mas você pode experimentar ele, e você pode achar uma maneira para expressá-lo. Nisso, você terá que tomar muitas decisões; nisso você terá que assumir muitas responsabilidades; nisso, você achará seu poder; e nisso, você assumirá a autoridade em sua vida.

Você é o capitão de seu navio, mas não cabe a você determinar aonde está navegando e por qual propósito. Mesmo o que seu navio contém está além de sua autoridade. Considere estas palavras com cuidado e não cometa um erro aqui. Tornar-se capitão de seu navio é uma responsabilidade e um poder que poucas pessoas jamais assumiram. Tornar-se um verdadeiro capitão significa que você está consciente de tudo que está relacionado à proteção, manutenção e bem-estar de sua embarcação e que você tem respeito pela sua carga secreta e seu verdadeiro destino. Enquanto muitas pessoas proclamam que são o capitão de suas próprias vidas, elas não têm ideia do que isso significa.

Na Comunidade Maior, a liberdade pessoal tem um contexto diferente e um valor diferente. As sociedades tecnologicamente avançadas são altamente organizadas. Os indivíduos não são livres para fazer o que querem quando quiserem sem consideração para com os outros. A Comunidade Maior é um ambiente competitivo numa escala e numa magnitude que você nem pode imaginar. Portanto, para se tornar eficaz e competitivo neste ambiente, e, além disso, para adquirir o Conhecimento e a Sabedoria da Comunidade Maior, é preciso com o tempo reavaliar todos seus valores e suas suposições. A liberdade pessoal é caótica sem o Conhecimento. Ela é a fonte das doenças mental e física de todos. O contraste lhe mostrará isso à medida que você aprende a se associar com aqueles que estão começando a descobrir um propósito e um sentido maiores na vida e à medida que você mesmo inicia sua própria descoberta disto.

O contraste será marcante. Você verá a si próprio indo numa direção diferente de todos os outros. Você verá a si próprio valorizando a experiência mais do que as ideias, o insight mais do que as suposições, a paciência mais do que a aquisição e a afinidade mais do que as possessões. Você viajará por uma trilha diferente, e a discrepância entre seu entendimento crescente e as suposições de sua nação, de sua cultura, de seu grupo e mesmo de sua família se tornará cada vez maior. Tais são o fardo e a promessa da descoberta do Conhecimento por toda a Comunidade Maior.

A Força Vital está dentro de você. Você pode sentí-la neste momento. Ela está respirando seu corpo; ela está movimentando seu sangue; ela está mantendo vivos seus nervos; ela está inflamando sua consciência mental. Ela está aqui agora mesmo, e ela crescerá em escopo, sentido e valor para você à medida que progride no Caminho do Conhecimento. Ela crescerá à medida que você abandone suas ideias, crenças e suposições no portão exterior do templo e entre lá onde a Verdadeira Sabedoria e o Verdadeiro Conhecimento possam lhe ser conferidos.