Assim como revelado a
Marshall Vian Summers
em 17 de agosto de 1993
nos EUA.

Greater Community Spirituality

Na Comunidade Maior, Deus é Conhecimento. Na Comunidade Maior, Deus é experiência. Na Comunidade Maior, Deus é a comunicação de percepção e de reconhecimento profundos de um para o outro, permeando toda a vida manifesta. Isto passa a existir na esfera da sua vivência.

Deus parece diferentes coisas para diferentes pessoas e para diferentes raças de seres na Comunidade Maior, mas a experiência essencial que acende o desejo para Deus, a consciência de Deus e o relacionamento com Deus é a mesma em todo lugar. Este impulso religioso, o impulso para a união com Deus, é universal. Embora ele esteja notavelmente ausente em algumas culturas e anormalmente expresso em outras, o impulso é o mesmo. O que Deus é deve ser expresso em termos do seu campo de experiência e da sua capacidade de experiência. Na Comunidade Maior, Deus é tão total e completo que qualquer definição sempre vacilará e fracassará.

Portanto, digamos que Deus é a experiência de relacionamento total. Você pode experimentar isto por um momento de vez em quando e por períodos mais longos se você se preparar no Caminho do Conhecimento. Trata-se duma experiência que pode ser tanto traduzida dum mundo para outro, quanto compartilhada e demonstrada dum ser para outro, contornando e transcendendo todas as divergências de raça, cultura, temperamento e ambiente. Isto é Deus. Deus para você é Deus em ação. Deus para você é uma experiência que é diferente de todas as outras experiências na vida, todavia esta experiência dá sentido a todas as suas outras experiências.

Na Comunidade Maior, Deus é completo. Em seu mundo, Deus é um Deus de seu mundo, um Deus da sua raça, um Deus da sua história, um Deus do seu temperamento, um Deus de seus medos e suas aspirações, um Deus dos seus grandes heróis, um Deus das suas grandes tragédias, um Deus que é relacionado à sua tribo e sua época. Mas, na Comunidade Maior, Deus é tão maior, tão completo – além das definições de qualquer raça, além da história de qualquer raça, além do temperamento, dos medos e das aspirações de qualquer raça, além do alcance de qualquer filosofia coletiva ou individual. E ainda assim, você encontra Deus num impulso puro, num instante infinito de reconhecimento, no desejo de agir além da esfera de seus próprios interesses e motivos pessoais, no reconhecimento do outro, na motivação de dar, na experiência inexplicável de afinidade. Estes são traduzíveis. Isto é Deus em ação. Para você, Deus é isto.

Você deve pensar Deus agora na Comunidade Maior – não um Deus humano, não um Deus da sua história escrita, não um Deus de suas provas e tribulações, mas um Deus para todos os tempos, para todas as raças, para todas as dimensões, para aqueles que são primitivos e para aqueles que são desenvolvidos, para aqueles que pensam como vocês e para aqueles que pensam tão diferentemente, para aqueles que acreditam e para aqueles para os quais a crença é inexplicável. Isto é Deus na Comunidade Maior. E é aqui que você deve começar.

Acreditar no Deus da Comunidade Maior é uma tentavia grande demais porque você irá perceber que a sua raça é pequena e o universo é grande. Aqui você se concentrará num Deus não do seu mundo e do seu tempo, mas num Deus de todos os mundos e todos os tempos. Que tipo de teologia ou de filosofia pode incorporar um Deus desta magnitude? Que tipo de especulação humana e ética humana podem abranger um Deus tão completo assim?

Todavia a sua teologia de Deus deve ser a teologia da obra de Deus neste mundo. E se ela for verdadeira, exata e benéfica, ela deve se focar na experiência do Conhecimento. O Conhecimento é o início da religião. O Conhecimento é a conclusão da religião. O Conhecimento é a prova de Deus e a prova que você faz parte duma vida maior além dos limites de seu tempo, além das fronteiras da sua raça e além dos confins da sua capacidade intelectual no presente. Aqui não há história da criação. Não existem heróis. Não existe fim dos tempos. Há somente a experiência total de relacionamento, a qual consiste na experiência do Conhecimento e na experiência de Deus.

O que é a religião humana sem uma história da criação, sem um herói para venerar e sem um apogeu das experiências humanas? Que religião humana pode se concentrar num Deus desta magnitude, cujo único interesse não é somente o mundo de vocês, cuja única preocupação não é suas experiências cotidianas, cuja consciência é tão completa e cuja beneficência abençoa aqueles que são tão diferentes de vocês? Qual é então o modelo para o comportamento humano? Qual é a base para a ética ou a moralidade em um Deus da Comunidade Maior? Para isto, é preciso se aventurar além duma religião infantil e das necessidades duma criança. É preciso se aventurar além da necessidade de apenas regras e regulamentação e de histórias fantásticas que são dificilmente acreditáveis. É preciso entrar na experiência e no Mistério da vida, que é a porta para Deus, que se encontra no coração mesmo da sua vida e contém o propósito mesmo para sua vinda aqui, o qual é unicamente para você, mas o qual você compartilha com toda a vida.

Na Espiritualidade da Comunidade Maior, não existem heróis. Não há história da criação. E não há experiência culminante que leva ao fim das dificuldades da vida corpórea. Então, o que é a religião sem estas coisas? Estas coisas são de natureza tribal. E vocês não são os únicos na Comunidade Maior que as querem, as estabelecem e as mantêm. Em todo lugar onde a religião se enraizou e foi expressa, as raças basearam suas práticas e seu entendimento em sua época, em sua própria história e em seu próprio temperamento. Mas a experiência de Deus está além disso. A espiritualidade pura está além disso. É o que vocês devem buscar agora, porque a religião humana não pode nunca abranger um Deus da Comunidade Maior. Isto é tão inexplicável porque transcende as suas exigências para o Divino. Portanto, vocês precisam achar um outro caminho, uma via mais madura, uma abordagem mais completa, uma verdadeira preparação.

Na Comunidade Maior, aqueles que avançaram se deram conta da natureza e do propósito de Deus em seus respectivos mundos, mas o seu entendimento ultrapassou a compreensão da Vontade de Deus em assuntos específicos, até mesmo a preocupação com o bem-estar e a sobrevivência da sua raça. Eles foram além destas preocupações para uma espiritualidade maior, uma Espiritualidade da Comunidade Maior – uma espiritualidade de todos os tempos e todos os mundos, uma espiritualidade que é misteriosa, que não é definida e incorporada em rituais, ideais, crenças, relatos históricos ou imagens fantásticas, uma espiritualidade que pode ser traduzida completamente dum ser para o outro com palavras ou gestos, ou sem palavras ou gestos.

A Espiritualidade da Comunidade Maior é uma espiritualidade de maior experiência, maior percepção e maiores capacidades. Na Comunidade Maior, você não é salvo. Você está apenas se desenvolvendo. Na Comunidade Maior, você não é condenado. Você está apenas se desenvolvendo. Na Comunidade Maior, não existe o Céu. Só existe mais envolvimento e uma capacidade maior para relacionamento. Na Comunidade Maior, não existem deuses e demônios locais travando guerras espirituais. Na Comunidade Maior, há aqueles que sabem e aqueles que não sabem. Das suas experiências vêm as grandes dificuldades que são impostas à vida em todo lugar.

Vocês que vivem num mundo humano com ideias humanas, crenças humanas e uma perspectiva humana têm uma grande oportunidade agora de experimentar o Divino e o propósito e vontade Divinos para sua vida e seu tempo através duma consciência da Comunidade Maior e através dum outro tipo de trilha e de direção. Vocês precisam disto agora porque o seu mundo está emergindo na Comunidade Maior de Mundos. E vocês precisam disto agora porque esta é a religião para todos os tempos, não somente para a sua época. Penetrem este grande limiar e vocês entenderão o passado, o presente e o futuro de tal modo que eles serão unidos conjuntamente.

Isto lhes dará a força e a capacidade de discernir e de compreender aqueles da Comunidade Maior que estão visitando seu mundo. Embora eles possuam uma capacidade tecnológica maior e tenham mais coesão social do que vocês, eles também são chamados para aprender a Espiritualidade da Comunidade Maior. O dom de vocês é para eles algo muito raro e precioso. Vocês têm algo de que eles precisam. Vocês têm algo de que toda a vida precisa. Por isso a Espiritualidade da Comunidade Maior está sendo apresentada neste mundo antes da emergência do mundo na Comunidade Maior. Isto aqui não é dado somente para a própria adaptação de vocês à Comunidade Maior a fim de estabelecer uma fundação para comunicação, reconhecimento e entendimento. É dado também para estabelecer que vocês como seres humanos, tão limitados quanto são em suas capacidades físicas, mesmo assim têm um dom espiritual para dar – um dom para todos os tempos, um dom realmente benéfico. Contudo, para achar este dom e dar este dom, vocês precisam dum entendimento maior, duma consciência maior, duma teologia maior e dum novo fundamento para viver. Este é um fundamento que lhes libertará em sua vida cotidiana e tornará as suas preocupações humanas, que são aparentemente tão complexas e difíceis, muito mais simples do que parecem atualmente.

O que Deus está fazendo em seu mundo está relacionado ao que Deus está fazendo na Comunidade Maior. Se vocês não sabem o que Deus está fazendo na Comunidade Maior, como é que vocês vão saber o que Deus está fazendo em seu mundo? E como é que vocês vão entender a presença e a experiência Divinas aqui? Vocês devem se olhar de fora para dentro para ver como vocês são, onde vocês estão e quem vocês são neste tempo. Vocês precisarão desta perspectiva para enxergar o que está ao seu redor, o que lhes encoraja e o que forma um impedimento.

Sabendo que o que Deus está fazendo no universo só pode ser interpretado através da experiência pura, pois o universo ultrapassa tanto a sua capacidade intelectual ou conceitual que nenhuma linguagem nem tecnologia jamais poderiam descrevê-lo. E mesmo se pudesse ser descrito, vocês não teriam como compreendê-lo.

Contudo, não é assim que maior consciência e maior verdade são transmitidas e percebidas. Se estiver disposto a ir além de seus próprios limites, se estiver disposto a ir além de seus conceitos, suas ideias e suas crenças, então você abrirá uma porta para a Espiritualidade da Comunidade Maior e para um Conhecimento e uma Sabedoria maiores que são tão necessários em seu mundo nesta época. Isto lhe oferece todas as vantagens e um fundamento a partir do qual dar aos outros no futuro, mas você terá que ser muito corajoso para fazer isto. É preciso se aventurar num território onde as pessoas nunca foram, num novo tipo de experiência sagrada e num universo muito maior e mais complexo do que qualquer coisa com que tiveram que lidar no passado. Você terá que aprender a ser confortável sem definições. Terá que estar seguro sobre um maior fundamento dentro de si próprio. E você precisará ter grandes companheiros.

Não se trata duma aventura. Trata-se duma viagem – uma viagem da maior magnitude, uma viagem que não pode ser empreendida sozinho, uma viagem com dificuldades e perigos, mas uma viagem que é necessária e que lhe chama. Ela lhe chama além de suas ideias, seus objetivos e suas preocupações. Ela está lhe chamando agora.

Este chamado é uma experiência que parece inexplicável, e ainda assim é tão real, tão permeante e tão completo, até mesmo para você aqui agora. É uma janela que permite ver um universo maior e um Deus maior em ação.

Esta é a teologia da experiência pura – uma teologia de pura Sabedoria e puro Conhecimento, uma teologia que você só pode demonstrar e uma teologia que você só pode experimentar. É uma teologia que é maior do que qualquer coisa que pode ser ensinada em seus seminários e suas escolas de religião. Quem pode responder a uma dádiva e um Mistério tão grandes assim? Quem pode entrar no domínio da experiência pura, de maior união com Deus?

Deixe isto ser um chamado para você que lê estas palavras. Permita que lhe chame além do seu entendimento e sua capacidade de entender, pois você não entenderá estas palavras até passar por esta grande experiência, e você não saberá se estas palavras são verdadeiras até você experimentar a veracidade delas. Você não conhecerá sua relevância completa até que você mesmo seja capaz de incorporá-las.

Na Comunidade Maior, Deus é extenso demais e grande demais para incitar apenas a fé. A fé só pode lhe trazer para o limiar da experiência. Além disso, a fé é fraca demais e falível demais para lhe levar mais longe. Aqui a fé serve seu único e importantíssimo propósito – levá-lo até o portão da experiência. Este é o propósito da fé e o propósito da preparação. Este é o propósito do treinamento religioso em seu mundo e em todos os mundos. Além deste portão encontra-se Deus da Comunidade Maior. A Espiritualidade da Comunidade Maior lconduz até este portão, e a Espiritualidade da Comunidade Maior está além deste portão.

Para se dar conta da teologia de Deus na Comunidade Maior, é preciso ter uma mente maior, um vocabulário maior e um campo maior de experiência. Ela pode ser traduzida para você, e você pode traduzí-la para outros, mas as suas palavras não podem capturá-la. Só pode ser transmitida de um para outro por meio dum processo misterioso de transmissão Divina. Ninguém pode compreendê-la intelectualmente porque seu ambiente é grande demais e abrangente demais.

Aqueles que querem somente ideias terão que ficar com suas religiões locais, pois isto é grande demais. Aqueles que querem somente conhecer as linhas de orientação para uma vida construtiva, acharão isto grande e confuso demais, inexplicável demais e misterioso demais. Aqueles que experimentam Deus na Comunidade Maior e aqueles que podem transmitir Deus na Comunidade Maior representam indivíduos que transcenderam os limites da herança e da capacidade intelectual da sua raça. Eles se tornaram universais em seu modo de pensar. Eles vêem o que os outros não podem ver, e sabem o que os outros não podem saber. Este é o fardo deles e o seu dom. Para eles, a crença não é problema porque eles foram além da necessidade para crer e além dos limites da crença. Sua experiência é extraordinária demais para ser traduzida para um público geral ou para uma grande audiência. Ela deve ser passada de um para o outro. A igreja deles e o seu templo são o ambiente onde eles recebem transmissões Divinas e as comunicam aos outros. Seus alunos são poucos. Sua jornada é longa. Muito é exigido deles. Eles se dedicam total e completamente.

Será que tal dom é possível para a humanidade? Não somente é possível, mas necessário. Sem este dom, a experiência da Comunidade Maior terá um impacto devastador sobre a humanidade. Sem este dom, o desejo da humanidade por poder e dominação levará à catástrofe. Sem este dom, vocês não serão capazes de compreender aqueles da Comunidade Maior que vocês encontrarão, e não serão capazes de compreender a grande mudança e os grandes eventos que estão ocorrendo em seu mundo.

O Caminho do Conhecimento da Comunidade Maior está sendo apresentado ao mundo como um meio de preparação para a Comunidade Maior e como um meio de preparação para o Deus da Comunidade Maior. É o meio para prepará-lo para um propósito maior na vida que é relacionado à vida em todo lugar. A Comunidade Maior é o ambiente maior dentro do qual você vive e pelo qual você agora precisa se tornar responsável. O Caminho do Conhecimento da Comunidade Maior é um diferente tipo de espiritualidade, mas você verá que a experiência que está no coração mesmo disto é mais familiar e mais confirmadora do que qualquer coisa que jamais experimentou anteriormente. Esta experiência lhe lembrará da sua Antiga Morada e daqueles que lhe enviaram ao mundo. Ela lhe lembrará do vínculo maior de relacionamentos que existe mesmo neste momento, e que estende-se além dos limites de sua época e seu lugar na vida. Isto é uma porta para um universo maior. É um meio para uma capacidade e uma Sabedoria maiores na vida. É uma resposta para uma necessidade maior da humanidade e da vida em todo lugar.