Assim como revelado a
Marshall Vian Summers
em 4 de junho de 2008
em Boulder, Colorado, EUA.

Certamente surgirá a dúvida: O que se pode esperar a respeito das Grandes Ondas de mudança?

Especificamente, o que vai acontecer será determinado em parte pela capacidade da humanidade em reagir e se preparar. O que vai acontecer é que o mundo vai ficar mais quente, causando em muitos lugares do mundo uma maior perda de produção de alimentos e grande escassez de recursos hídricos, enquanto que em outros lugares haverá tremendas inundações. Os recursos energéticos irão diminuir, criando turbulências sócio-econômicas e até mesmo colapso em alguns lugares.

Tudo vai ficar extremamente caro. Haverá grande competição e grande risco de conflito e guerra para se ganhar acesso aos recursos remanescentes. Certas regiões serão devastadas, outras serão comprometidas. Muitos setores de atividade irão fracassar. Muitas pessoas não terão trabalho.

Haverá o risco de grande morte pela fome em muitas partes do mundo, mesmo em partes das nações ricas. Será preciso haver cada vez mais acordos internacionais. Alimentos terão que ser distribuídos onde forem mais necessários. Haverá grande escassez de remédios e cuidados médicos, mesmo nas nações ricas. Haverão eventos climáticos tremendamente destrutivos.

O risco de guerra em si irá produzir conflito em uma escala nunca antes vista neste mundo. Se este conflito puder ser evitado ou minimizado, isto fará uma tremenda diferença nas consequências para a humanidade. Mas um certo grau de conflito irá surgir, particularmente nas nações mais pobres, seja dentro delas e entre elas. E existe um grande risco de que outras nações, agora desesperadas por recursos, irão entrar em conflito umas com as outras.

Os governos terão que se tornar mais controladores, minimizando a liberdade humana, mesmo nas nações mais livres. Isto será uma emergência que irá continuar. Muitas pessoas lutarão contra isto. Haverá muita tragédia humana e muita bravura e coragem humana.

Grandes áreas do mundo que agora são altamente habitadas irão se tornar inabitáveis, visto que será impossível produzir alimentos ali devido à falta de água. Haverão imensas migrações de pessoas para longe de tais áreas, e para longe de áreas de conflito. Haverão refugiados ambientais, e haverão refugiados de guerra em uma escala nunca vista antes.

Haverá um grande risco de doenças pandêmicas que irão surgir de condições em deterioração, particularmente em grandes centros urbanos. Muitas pessoas poderão perecer. Será um conjunto de eventos imenso e traumático.

Mas ainda no meio disto, haverá grande engenhosidade humana. A tecnologia deverá desenvolver novos meios para se prover energia para as pessoas, principalmente através de formas de eletricidade. Terá que haver uma imensa eficiência e união de recursos, dentre as nações e em muitos casos entre nações.

No entanto, mesmo os melhores esforços humanos não irão impedir as tremendas mudanças e perturbações que irão ocorrer. Mas a engenhosidade e a cooperação humana irá determinar se a humanidade terá um futuro e se a civilização humana poderá sobreviver e construir uma nova fundação de unidade e cooperação.

Portanto, vocês não podem escapar das Grandes Ondas de mudança. Mas vocês podem minimizar seus efeitos prejudiciais, e vocês podem se beneficiar deles de muitas maneiras – definindo um novo curso para a humanidade, construindo uma comunidade internacional de pessoas mais forte e progredindo a tecnologia, progredindo a justiça social e progredindo o bem-estar da humanidade. Mas não será fácil. De fato será a coisa mais difícil que a humanidade jamais tentou fazer. Será preciso grande comprometimento, grande coragem, grande fé, grande cooperação e grande auto-disciplina pessoal.

Isto irá exigir uma Nova Mensagem de Deus para prover a clareza, a sabedoria e o Conhecimento que a humanidade irá precisar agora, se for para ela tirar proveito dos seus pontos fortes e evitar render-se às suas fraquezas.

Viagens serão extremamente difíceis, se não impossíveis. As pessoas viverão localmente, trabalharão localmente e terão que sobreviver localmente. A produção local de alimentos e a manufatura local se tornarão cada vez mais importantes. Tudo terá que funcionar em uma escala menor.

Aqueles com recursos terão que compartilhar deles enviando recursos para o exterior para povos passando fome e para áreas do mundo que estão em grande crise. O esforço humanitário será imenso, quase inimaginável pelos padrões de hoje. As nações mais ricas terão que receber as pessoas que estão escapando das áreas que foram devastadas ou de onde não se pode mais produzir alimentos. Diminuirão as regiões do mundo onde a humanidade poderá viver, forçando milhões de pessoas a se mudarem e se estabelecerem em outros lugares.

Isto é tão diferente das fantasias e da imaginação das sociedades humanas hoje – construindo cidades cada vez maiores, construindo meios de transporte cada vez mais rápidos, construindo conveniências e luxos pessoais cada vez mais maravilhosos. Grande tolice. Tão cego. Tão imprudente. Tão ignorante e tão desajuizado. Estas forças estão empurrando a humanidade mais e mais para a beira do colapso, empurrando a humanidade ao uso excessivo do mundo ainda maior – sem se importar com os sinais de que muitos limites já foram ultrapassados.

Aqueles que são visionários e que conseguem ver o que está vindo depois do horizonte são condenados como sendo negativos, não-espirituais ou como sendo apocalipsistas. Os seus visionários são descartados, ignorados ou difamados enquanto todo mundo continua a devastar o mundo, a exaurir seus recursos e a diminuir suas possibilidades futuras.

Embora existam grandes fontes de energia que a humanidade ainda não descobriu, será um longo caminho até a humanidade descobrí-las, e a humanidade ainda terá que sobreviver as Grandes Ondas de mudança para sequer ter uma chance de descobrí-las.

O período de transição para uma nova estabilidade no mundo será longo e muito difícil. Não é impossível. De fato, isto precisa acontecer. Mas não pense que isto irá acontecer por si mesmo. Não pense que a tecnologia por si só irá tornar isso possível.

A população humana terá que se tornar muito menor no futuro, esperançosamente pela vontade humana e através de meios compassivos. Caso negativo, a natureza irá então devastar a população humana – a natureza, o conflito e a guerra.

Vocês terão um mundo menor para viver. Talvez somente um bilhão de pessoas poderiam viver aqui, talvez dois bilhões, mas não muito mais. Isto considerando a sua tecnologia avançada e seus melhores esforços, uma forte comunidade internacional, com tremenda cooperação e a mitigação e a limitação de conflitos e guerras. Em outras palavras, se tudo for feito bem e corretamente, com imensa contribuição humana, vocês ainda terão que ter uma população mundial pequena.

Se estas ações não forem tomadas, se a humanidade não quiser e não puder se preparar, se ela não puder restringir sua própria ganância, corrupção e competição uns com os outros, então os resultados serão muito piores, tão piores que palavras não podem descrever – um colapso da civilização, uma imensa redução da população humana, uma ainda maior devastação do mundo e esgotamento de seus recursos.

E além disto, vocês tem a ameaça oculta de intervenção e competição da Comunidade Maior, do universo. Já existe uma Intervenção no mundo, se posicionando para assumir as rédeas do poder, para apresentar a si mesma como o salvador da humanidade e para estabelecer suas redes de suporte e sua legião de representantes humanos. Esta Intervenção está buscando influenciar a opinião pública, para se posicionar como os nobres salvadores da humanidade e em alguns casos até mesmo como os pais da humanidade a fim de entrelaçar seus tentáculos na estrutura da humanidade. A Intervenção está criando uma raça de seres híbridos capaz de aconselhar e por fim liderar a família humana, uma raça sem nenhuma fidelidade qualquer que seja à humanidade, uma raça sem compaixão, respeito ou empatia pela humanidade.

É assim que raças estrangeiras que não possuem meios militares conseguem ganhar controle de um mundo grande e cheio de indivíduos violentos. Estas raças interventoras apóiam o declínio da humanidade e irão subverter a força das nações mais fortes, colocando-as em competição e conflito umas com as outras. Elas vão encorajar o conflito humano prometendo domínio mundial a certos líderes de nações e religiões.

A humanidade é facilmente enganada. É dividida. É supersticiosa. É ignorante sobre a vida além do mundo, a vida na Comunidade Maior de mundos, a vida no universo.

Tudo que a Intervenção precisa é tempo para que a humanidade enfraqueça a si mesma a tal ponto que a Intervenção possa se apresentar, seja publicamente ou atrás dos bastidores, para ganhar as rédeas do poder. Caso isto aconteça, então a humanidade terá perdido seu maior bem – sua liberdade e sua autodeterminação.

Vocês já podem ver o quanto é difícil enfrentar estas coisas e o quão fracos vocês estão em sua incapacidade de enfrentá-las. Vocês podem ser fortes fisicamente. Talvez vocês consigam correr 16 quilômetros. Talvez vocês consigam se afirmar em seus assuntos de negócios. Talvez vocês sejam muito fortes em seu ponto de vista, mas vocês podem ver aqui o quão fracos e incapazes vocês podem ser emocionalmente e psicologicamente – podem ver o quanto vocês possam querer fugir, o quanto vocês possam insistir em soluções, o quanto vocês possam entrar em negação, o quão fácil vocês possam cair em desespero e o quanto vocês possam protestar e se irar contra outros, sejam pessoas ou governos, o quão incapazes de simplesmente olhar e enfrentar as Grandes Ondas de mudança.

Vocês devem enfrentar isto. Se vocês não puderem fazê-lo, vocês irão fugir, a sua preparação não acontecerá e vocês serão cada vez mais vulneráveis ao poder de todos estes grandes eventos.

A Nova Mensagem está aqui para preparar vocês, mas para lhes preparar ela precisa primeiro alertar vocês. Se vocês não enxergarem a gravidade do problema, vocês não irão reconhecer a importância da solução. Se vocês não enxergarem que na verdade vocês não tem uma resposta para todas estas coisas, então vocês não estarão em condição de aceitar a graça e o poder que Deus está provendo ao mundo. Se vocês não aceitarem a realidade, então vocês não vão reconhecer a cura.

A situação é muito mais grave do que vocês percebem e irá exigir de vocês uma força maior do que acham que possuem, mas que na realidade vocês possuem. A sua fé em si mesmos, a sua fé nas pessoas, a sua fé nas nações e a sua fé no poder do Conhecimento dentro de você e dentro de outros, isso tudo terá que ser muito mais forte do que é hoje. Vocês terão que deixar de lado seus julgamentos, seu ódio, seus preconceitos, seu cinismo, suas perspectivas pessimistas, suas tolas esperanças, desejos e fantasias.

No entanto largar estas coisas é ser renovado para um poder real e para a sua capacidade de desfrutar da vida no momento e para se preparar para a vida no futuro. É renovar a sua capacidade de estar com outros, de estar consigo mesmo, de desfrutar todos os benefícios reais da vida e a esperança de realizar e cumprir seu propósito maior aqui.

Vocês ainda não vêem que se preparar para as Grandes Ondas de mudança é o caminho que irá lhes redimir a si mesmos e a Deus. Isto irá lhes tornar fortes, compassivos, competentes e sábios – mais sábios do que vocês são hoje. Isto lhes dará um escape de seu passado infeliz e circunstâncias lamentáveis, para uma nova vida – uma vida de propósito, significado e contribuição.

Se a humanidade não consegue progredir em tempos de sucesso, ela deve progredir em tempos de fracasso. Se a humanidade não consegue se unir e construir juntos sua força essencial em tempos de abundância e afluência, ela deve fazer isto em tempos de oportunidades decrescentes e de recursos decrescentes.

Existem três coisas que a humanidade deve alcançar a fim de ser uma raça livre dentro de uma Comunidade Maior de vida inteligente. Ela deve ser unida. Ela deve ser auto-suficiente. E ela deve ser extremamente discreta. Ela deve ser unida no sentido de estar funcionando em conjunto como um todo. Não é que todo mundo ama todo mundo, se dá bem ou que vê as coisas da mesma forma, mas a humanidade deve funcionar em conjunto como uma unidade completa.

A auto-suficiência da humanidade significa que tudo que vocês precisam vem somente deste mundo só de tal forma que vocês não são dependentes de comércio e influência com outros na Comunidade Maior – de outros que iriam facilmente tirar proveito de uma raça jovem e emergente tais como a sua própria.

E vocês devem manter-se extremamente discretos, o que significa que vocês não devem difundir todas as suas comunicações para o espaço, revelando a quem quiser olhar, tudo que vocês pensam, tudo que vocês fazem, as suas fraquezas, os seus pontos fortes, os seus segredos – tudo.

Claramente, vocês conseguem enxergar a grande vulnerabilidade da humanidade no universo. Vocês não são unidos. Vocês ainda estão engajados em guerras tribais e sectárias, em competição e conflito, destruindo rapidamente os recursos do mundo enquanto fazem isto. A sua auto-suficiência está sendo perdida a cada dia que passa enquanto vocês desperdiçam e diminuem sua herança natural aqui no mundo – diminuindo os seus recursos mais vitais e fundamentais, levando o mundo em direção às Grandes Ondas de mudança. E vocês são muito pouco discretos, visto que vocês estão propagando quase tudo para fora, no espaço, através de suas transmissões por rádio.

Vocês ainda não percebem a sua imensa vulnerabilidade aqui. Pois no universo, os fortes irão dominar os fracos se puderem, assim como é aqui na Terra. A natureza não muda com a aquisição da tecnologia. Todo mundo no universo está buscando por recursos, e aquelas raças avançadas que esgotaram os recursos de seus próprios mundos precisam agora entrar em comércio e busca destes recursos onde for possível. A competição e o engano a respeito disto é imenso, além de qualquer coisa que vocês possam sequer imaginar. É simplesmente o modo de operação da natureza em uma escala muito maior.

Se a humanidade fosse bem versada nos assuntos da vida em seu universo local, vocês iriam acabar com suas guerras agora mesmo. Vocês estariam preservando recursos agora mesmo. Vocês estariam racionando energia agora mesmo. Vocês estariam preservando o seu ambiente agora mesmo. Vocês estariam mantendo a diversidade biológica agora mesmo. Vocês estariam confinando as suas comunicações através de outros meios agora mesmo. E já teriam feito estas coisas ontem.

Vocês estão indo em direção a uma situação de extrema impotência e vulnerabilidade no universo, e devido ao fato que vocês viverem em um mundo de imensa diversidade e riqueza biológica, vocês não percebem a importância de seu mundo aos olhos de outros. Vocês são igual a uma tribo nativa vivendo na selva, isolada do resto do mundo, vivendo em um lugar de imensa riqueza natural, ignorantes de que exploradores estão agora alcançando suas margens e penetrando o seu santuário – exploradores que estão aqui para tomar controle do que vocês possuem e para lhes desapossar.

Isto é a natureza. Isto é a evolução. É isto que acontece quando os povos nativos de qualquer lugar ou mundo desperdiçam seus recursos e não estão preparados para intervenção. Isto não quer dizer que a humanidade vai, por destino, cair sob poderes estrangeiros. Mas este é o grande risco que vocês agora enfrentam – o grande e ignorado risco, o grande contexto das Grandes Ondas de mudança, a ameaça oculta para a humanidade.

Se as nações do mundo soubessem disso, elas se uniriam para defender o mundo. Elas se uniriam para proteger os recursos do mundo para que a humanidade tenha um futuro. Pois não pense que vocês podem sair no espaço e reivindicar o que vocês já destruíram ou usaram excessivamente aqui na Terra. Vocês teriam grande dificuldade em encontrar estes recursos, e mesmo que vocês possam finalmente encontrá-los, vocês iriam descobrir que eles são propriedade de outros – outros que são muito mais poderosos do que vocês.

Existe muita tolice, imprudência e adolescência que precisam ser corrigidos no comportamento humano. A Nova Mensagem alerta sobre isso, adverte sobre isso e fala disso. Vocês não podem ser tolos e arrogantes na Comunidade maior. E vocês não podem mais ser tolos e arrogantes mesmo dentro de seu próprio mundo.

Este é um tempo de grande prestação de contas no qual a humanidade terá que amadurecer e se unir, ou fracassar e ser dominada por outros. Se vocês não aceitarem isto, se vocês não conseguirem aceitar isto, se isto é difícil demais para vocês, se vocês pensam que isto é uma inverdade, então vocês estão ignorantes e fracos. Esta é a Revelação. Ignorem-a por sua própria conta e risco. Pois mesmo Deus não vai lhes salvar se vocês não honrarem e prestarem atenção aos alertas de Deus.

Raças emergentes tais como a sua própria tem sido dominadas inúmeras vezes por exploradores de recursos e coletivos econômicos – aqueles que buscam por oportunidades tais como esta, aqueles que são predatórios, aqueles que são oportunísticos, aqueles que podem assumir controle de mundos como este sem disparar nenhum tiro.

Vocês estão emergindo em um ambiente muito mais sofisticado e poderoso na Comunidade Maior no qual guerras abertas são raras, mas no qual o engano e tentativas de controlar são imensos. Vocês ainda não têm sabedoria, porque vocês não tiveram que se adaptar a este ambiente maior. Mas a sabedoria da Comunidade Maior está sendo provida a vocês através da Nova Mensagem. E vocês tem aliados no universo que enviaram alertas, sua perspectiva e informação para lhes ajudar a preparar para lidar com a Comunidade Maior e para lhes alertar dos perigos de esgotar a sua Terra e de jogar fora a sua auto-suficiência.

Na verdade o quadro é bem claro. Não é complexo. Se vocês falharem em cuidar deste mundo, outros do universo virão e tomarão seu lugar. Eles não irão lhes destruir. Eles vão simplesmente subordinar vocês e aproveitar vocês, da forma como vocês tiram proveito de gado, da forma como a humanidade tirou proveito de escravos. Não é uma situação complexa. Até mesmo as suas crianças poderiam entender. Isto já aconteceu por toda parte na natureza e por toda parte na Comunidade Maior desde que o tempo começou, desde quando começou a Separação de Deus.

O fato das pessoas não conseguirem enxergar isto, não pensarem nisto, não reconhecerem isto, não conseguirem imaginar isto ou não conseguirem enfrentar isto, simplesmente representa a sua falta de desenvolvimento, a sua falta de sabedoria e as autoindulgências as quais vocês se entregaram e que lhes cegam para as realidades das leis básicas da própria natureza.

Portanto, vocês devem enfrentar as Grandes Ondas de mudança, vocês devem enfrentar a Comunidade Maior – não com viés e não com medo, mas com força e objetividade. E vocês devem ganhar acesso a esta força e esta objetividade, as quais lhes serão dadas pelo Conhecimento dentro de vocês, porque o Conhecimento está com medo. O Conhecimento não tem preferências além da grande verdade que ele serve aqui.

Atualmente, a humanidade é um mordomo fraco e dividido de um belo planeta que é altamente valorizado por outros. Como vocês irão protegê-lo? Como vocês irão defendê-lo? Como vocês irão manter a riqueza e diversidade de vida dele? Se vocês o desperdiçarem, vocês o perderão, e o custo será além de sua imaginação. Se vocês caírem sob persuasão estrangeira, isto criará um conjunto de circunstâncias muito pior do que qualquer coisa que vocês possam imaginar.

Isto é a vida. Vocês devem amadurecer para se estar na vida. Vocês devem se preparar para eventualidades. A natureza é implacável com os despreparados. Tanto a história como a natureza lhes ensinam o que acontece quando estas preparações não são feitas. Vocês devem ser sóbrios e claros, e então vocês podem desfrutar da vida, estar na vida e estar seguros na vida. Mas vocês não podem ganhar prazeres fora disto sem comprometer a sua posição, e no presente, a posição da humanidade está em grande perigo.

Grandes decisões terão que ser feitas a respeito de como a humanidade vai prosseguir – decisões tanto no nível de governos e lideranças, como no nível de cada pessoa. Irão vocês lutar e batalhar pelo que vocês querem, para se segurar naquilo que vocês têm, ou irão vocês se unir com outros para prover uma estabilidade maior em suas comunidades, em suas vilas, em suas cidades e em suas nações? Irão vocês aceitar a realidade das Grandes Ondas de mudança, ou irão vocês continuar a negá-las, projetando na vida as suas preferências, seus sonhos, suas fantasias e as garantias de que as suas indulgências podem ser mantidas indefinidamente? Irão vocês negar a realidade da Comunidade Maior apesar da Intervenção estar voando em seus céus e tomando suas pessoas contra a vontade delas? Irão vocês permanecer tolos e ignorantes, como um adolescente, relutante em encarar a realidade, relutante em enfrentar a responsabilidade, relutante em servir outros mas não a si mesmo? Estas são as questões. Este é o desafio.

Deus proveu uma Nova Mensagem para a humanidade para alertar a humanidade das Grandes Ondas de mudança, para alertar a humanidade sobre a intervenção da Comunidade Maior e para ensinar que a humanidade tem um grande poder espiritual chamado Conhecimento que representa seu ponto forte essencial, tanto no nível do indivíduo como no nível coletivo, e que a humanidade deve usar este Conhecimento e suas capacidades nativas para restaurar o mundo e estabelecer a si mesma como uma raça livre e autodeterminada no universo.

Embora a humanidade tenha um grande destino, o seu futuro agora está em grande perigo. Não tome por certo de que a humanidade será bem-sucedida. Não pense que o seu sucesso está de alguma forma garantido. Não presuma que não importa o que aconteça a humanidade irá emergir e será capaz de continuar. Não pense que a sua supremacia neste mundo garante a sua autodeterminação futura.

Pressupor estas coisas é manter a sua fraqueza e evitar sua força. Pois a força sempre surge ao enfrentar a realidade, não ao fugir dela. E a realidade vai lhes servir ou minar, dependendo da posição que vocês tomam a respeito dela.

Este é o tempo para a humanidade se unir e se tornar forte. O incentivo para isto é imenso. A possibilidade de fracasso é grande. Esta é a sua chance de levantar ou de cair, de se tornarem grandes, unidos e livres no universo, ou de se diminuir a si mesmos aqui na Terra e cair sob subjugação a poderes estrangeiros. Isto representa a grande encruzilhada para a humanidade, a grande oportunidade para a humanidade e o grande desafio para a humanidade.